[Resenha] A Noiva Fantasma - Yangsze Choo - Cantinho Geek

01 outubro, 2018

[Resenha] A Noiva Fantasma - Yangsze Choo


A Noiva Fantasma é um livro que estava parado na minha estante há cerca de um ano, adquiri-o na Black Friday e ainda não tinha tirado um tempinho para lê-lo. No entanto, após finalizar a leitura eu me arrependi amargamente de não o ter lido antes. O livro é simplesmente incrível desde sua primeira linha até a última. A Noiva Fantasma superou qualquer tipo de expectativas que eu tinha com esse livro. Bom, você já sabe que eu gostei agora venha conferir um pouco sobre o livro que a editora DarkSide publicou. Ele não é um livro de terror, mas carrega uma boa fantasia recheada de suspense, além de ter demônios, então, acredito que é um livro que pode caber sim na nossa listinha de dicas para o Outubro Macabro.

A Noiva Fantasma é um livro escrito por Yangsze Choo, uma escritora asiática nascida na Malásia. O melhor ainda é que o livro se passa em Malaia (nome antigo da cidade) por volta de 1893. O mesmo foi publicado aqui no Brasil pela Darkside books em uma belíssima edição de luxo de tirar o fôlego. Acredito que é uma das capas que eu mais gosto da editora.


No começo do livro somos apresentados a Li Lan, uma garota que vive apenas com o pai e sua Amah, uma dama de companhia que a criou pois sua mãe falecera quando ainda era um bebê. Sua casa foi assolada pela malária, sua mãe morreu e seu pai ficou com cicatrizes horrendas no rosto fazendo com que ele se reclusasse da sociedade, para a sua sorte Li Lan tem apenas uma pequena cicatriz atrás da orelha.

A situação financeira da sua família está de mal a pior, pois depois que sua mãe morrera seu pai começou a viciar-se em ópio e não mais investir nos negócios e assim, aos poucos eles iam ficando falidos. Até que um dia seu pai lhe pergunta se ela gostaria de ser uma Noiva Fantasma...


Ser uma noiva fantasma era algo raro de acontecer, mas podia ser feito para aplacar a alma do espírito faminto ou caso os jovens tenham se amado demais. Como funciona? Bom, Li Lan casaria com um espírito já que seu suposto marido Lim Tian Ching estava morto há mais de um ano e ela passaria o resto de sua vida como viúva e reencontrando-o em sonhos. Acontece que Li Lan não quer nem saber deste casamento e claro, seu pai também não era louco em aceitar um absurdo desses, mesmo que isso significasse que todas as suas dívidas fossem pagas.


Acontece que depois disso a família Lim começa a chamar Li Lan para encontros e em um desses dias ela acaba indo. Lá ela assiste a senhora Lim jogar mahjong - um jogo de origem chinesa - e ao ir ao banheiro acaba se perdendo e encontrando um relojoeiro que acaba fisgando a sua atenção, coisa que não deveria acontecer já que o mesmo provavelmente era um criado. Na hora de ir embora a senhora Lim pede a sua fita de cabelo dando uma desculpa esfarrapada, Li Lan desconfia, mas mesmo assim entrega a fita de seu cabelo e é aí que seus pesadelos começam.

A partir daquela noite Li Lan começa a ser assombrada pelo Lim Tian Ching, filho da senhora Lim. O mesmo aparece em seus sonhos tentando convencer Li Lan de se casar com ele, mas ela recusa de todas as formas. Mas o rapaz começa a atormentá-la, a cada noite Li Lan ficava cada vez mais cansada e exausta devido ao fato de se encontrar em outro lugar onde tudo era feito de papel e muito mórbido. Ela estava na casa de Lim Tian Ching, mas uma casa espiritual. Depois de muito tempo sendo atormentada Li Lan começa a ficar doente e acaba contando o corrido para a sua Amah que muito supersticiosa acaba levando a menina a uma médium.


Na fila para falar com a médium ela observa um homem na sua frente, o mesmo usa um gigantesco chapéu que oculta todo o seu rosto chamando a atenção da menina completamente. Ela repara em suas roupas e vê que há um finíssimo bordado na mesma, mesmo que ele não aparente ser rico, ele tem um ótimo gosto para roupas. Ao chegar a sua vez a médium confirma que ela está mesmo sendo assombrada pelo filha da senhora Lim e recomenda que Li Lan queime dinheiro do inferno para si mesma.

Em Malaia eles tem costumes de queimar dinheiro do inferno, casas de papel, pinturas e outros tipos, pois de acordo com suas crendices, os espíritos utilizam tudo isso do outro lado e os espíritos que são abandonados por suas famílias se tornam espíritos famintos e nunca são capazes de ir para as Cortes do Inferno onde podem ser julgados e assim renascer. Nisso a médium lhe entrega um saco com um pó e diz que ela deverá beber todas as noites antes de dormir e assim ela faz.


Em uma festa na casa da família Lim ela descobre que o suposto criado que arrumava relógios, na verdade, não era um criado e sim primo de Lim Tian Ching, um rapaz jovem e bem educado chamado Tian Bai, fazendo com que Li Lan caia de amores por ele.

Acontece que certo dia quando ela descobre um fato trágico envolvendo seu passado e futuro Li Lan resolve ir dormir e pega o pó e o bebe, sem prepará-lo. E aqui começa a aventura mais louca da sua vida, pois sua alma sai de seu corpo e ela não consegue retornar a ele não importa o que faça.

Li Lan vê agora a oportunidade para descobrir por que Lim Tian Ching quer tanto que ela se case com ele e quem foi seu assassino, pois o rapaz jura que foi envenenado. Enquanto andava pelo nosso mundo, mas no plano dos espíritos ela vê o homem que estava na sua frente na fila da médium e o segue, mas ele rapidamente percebe e fala com ela. Li Lan descobre então que ele não é humano, mas possui um humor e franqueza absurdos, tanto que as vezes a irrita. O misterioso homem se apresenta como Er Lang e diz que pode ajudá-la se ela o ajudar a descobrir qual juízes do inferno está sendo corrupto e tudo isso envolve ninguém mais e ninguém menos do que Lim Tian Ching.


A história é tão densa e complexa que eu poderia ficar horas e horas falando aqui para vocês, mas como não quero dar spoilers irei encerrar por aqui. O livro tem 360 páginas alucinantes. Me peguei fisgada desde a primeira linha e não consegui largar mais. O ritmo do livro é muito bom, eu me ficava desejando toda hora que acabasse pois eu queria descobrir tudo e ao mesmo tempo eu não queria que acabasse porque a história era muito, mas muito boa.

Os personagens são muito bem caracterizados e me apaixonei por todos eles, juro que parecia estar vendo uma série de TV asiática e isso fez com que eu comprasse outros dois livros de escritores asiáticos que estavam sendo recomendados na internet. Quando chegar eu posto no stories do Instagram, então fica de olho lá ;D Mas não se preocupe que vai ter resenha aqui também.


Eu me apaixonei muito por Er Lang e Li Lan! Sem falar que os dois formam um par tão lindo, que meu deus!! Eu pensei que poderia ter alguma continuação e fui procurar pela autora, mas infelizmente, parece que este é o seu único livro publicado. Uma pena, pois ela escreve muitíssimo bem!

A Noiva Fantasma é um ótimo livro para conhecer um pouco da cultura asiática e de como eles imaginam o plano espiritual, pois como Li Lan se aventura por ele, nós ficamos sabendo de todas as tradições e o porque disso e daquilo outro.


Os diálogos são feitos por aspas, mas isso não me incomodou em momento nenhum, na verdade, eu achei até melhor pela forma como ela construía os diálogos, fazendo-os ficar bem fluídos.

Que resenha que ficou grande! Socorro!

O que posso dizer é: leiam a Noiva Fantasma. Este está sendo um dos melhores livros que já li na vida! Ainda não consigo aceitar o fato de que acabou e que terei que me despedir de Er Lang e Li Lan, mas este é com certeza um daqueles livros que terei gosto em reler futuramente.


Avaliação:
5/5 (favorito)


16 comentários:

  1. Géssica!
    Estou com esse livro aqui para leitura e espero ler ainda esse mês, porque não li nada de terror ainda.
    Na verdade está mais sobrenatural do que para terror, ainda assim tenho muito vontade de ler, porque descobrir outras culturas diferentes da nossa é sempre bem interessante...
    Desejo um mês abençoado e uma semaninha de luz e paz!
    “A gratidão é o único tesouro dos humildes.” (William Shakespeare)
    cheirinhos
    Rudy
    TOP COMENTARISTA OUTUBRO - 5 GANHADORES –
    BLOG ALEGRIA DE VIVER E AMAR O QUE É BOM!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Rudynalva. Nossa lê logo! Eu me arrependi por ter deixado ele tanto tempo parado na história. Só de lembrar já sinto vontade de reler.

      Excluir
  2. Oi Géssica!
    Arrasou na resenha, parabéns!
    Eu sou doida pra ler esse livro, pelas resenhas que li sobre ele, o enredo é mto bem escrito e os personagens bem desenvolvidos tbm.
    A escrita da autora parece ter conquistados mtos leitores, espero ter oportunidade de um um dia.
    Capa linda!
    Bjs!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Aline, o livro as vezes fica com uma boa promoção. Aproveita a Black Friday para adquirir o seu.

      Excluir
  3. O mais legar de ler várias resenhas é que cada um dá teu tom na historia e a tua foi demais. digo isso, pois já vinha namorando essa capa a horas porém os comentários negativos haviam me desanimado, ter um livro somente pela capa não faz meu gênero então deixei quieto, mas o modo com que tu resenhou me deixou um gostinho de curiosidade. Notei uma mistura de romance, suspense, terrorzinho, aventura e crenças, adorei isso. Se antes eu já queria por ser Dark agora mais que nunca. obrigada ahahaha

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Eu só vi um comentário negativo e achei injusto. O livro foi tão maravilhoso para mim que provavelmente deve reler ele. Até hoje, quando penso no livro abro um sorrisinho de canto. É muito bom!

      Excluir
  4. Já sabia que não era de terror (infelizmente), mas não imaginava que a premissa da obra tinha sido tão bem desenvolvida. Eu quero muito ler o livro, principalmente porque parece ser uma obra bonita, tocante e que ainda nos permite conhecer melhor a cultura do povo malaio.
    Como quero muito ler o livro, nem vou me importar com a parte romântica.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Acho que não é necessário ser terror, o suspense que a obra carrega já é demais! Eu não vejo como ela poderia ser melhor, na verdade, vejo sim kkkkk Queria ver um pouquinho mais do final. Talvez um conto mostrando o final que tiveram.

      Excluir
  5. Nossa! Que resenha!
    Não deu pra entender se ela gostava do rapaz morto (é isso?).
    Realmente não parece terror, é uma mistura de suspense com romance (se ela gostar dele, desculpa não deu pra entender).
    A Darkside tem as melhores capas com certeza, ficou linda essa, ainda bem que eles decidiram publicar esse livro apesar de não ser do gênero da editora.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ela não gosta do rapaz morto (o que fica atormentando ela).
      A DarkSide tem uma linha chamada DarkLove onde eles publicam livros do gênero, romance e tal, mas é destinados para apenas autoras. Achei um máximo!

      Excluir
    2. Agora ficou claro! Obrigado por me esclarecer!;)

      Excluir
  6. Oi Géssica,
    Tenho esse livro, sou apaixonada pela linha Darklove, já leu Golem e o Gênio?Meu favorito.
    Achei interessante a parte do outro lado, toda a dinâmica dos espíritos me intrigou, mas preciso confessar que a Li Lan me irritou em alguns momentos XD

    ResponderExcluir
  7. Em 2017 li algumas resenhas sobre este livro e nenhuma me deu aquela vontade de ler, honestamente ainda não estou convencido, porém a sua resenha foi mais completa e esclarecedora. O fato do livro não focar mais no terror, ou até mesmo não focar de maneira alguma, me tira muito a vontade de ler, mas caso surja a oportunidade no futuro com certeza entrará na minha estante.

    ResponderExcluir
  8. Esse livro é muito bom,foi um dos primeiros da Darkside que comprei!! A história é bem densa, cheia de descobertas para a personagem principal,onde ela luta para voltar ao seu corpo e ainda, descobre coisas do seu passado e sobre a familia do pretendente morto. Recomendo a quem ainda não leu!!

    ResponderExcluir
  9. Olá Géssica,
    Caramba, se você o classificou como o melhor livro que leu na vida, ele realmente deve ser muito bom.
    Confesso que achei a história bem cheia de detalhes, e tenho medo de se tornar cansativa, mas, a minha curiosidade em conhecer a fundo um pouco da cultura asiática, me faz desejar ler o livro. É tudo um tanto macabro, mas também tem uma belíssima história.
    Sem dúvidas é uma das capas mais lindas da Dark Side.
    Beijos

    ResponderExcluir

Não esqueça de deixar o seu comentário! Pode não parecer, mas um blogueiro vive de comentários e sugestões, faça a sua parte e deixe esta blogueira feliz!

Dicas:
- Deixe o link do seu blog/site, eu sempre dou uma olhada!

Regrinhas básicas:
- Por favor não usem palavras de baixo calão.
- Comentários desrespeitosos serão excluídos.