[Filme] Mãe! - Cantinho Geek

31 maio, 2018

[Filme] Mãe!

Fala galera! Hoje vou falar sobre um filme que dividiu opiniões e deixou muita gente com vários pontos de interrogação na mente: Mãe! O longa de Darren Aronofsky foi indicado nas categorias Pior Filme, Pior Roteiro, Pior Atriz e Pior Diretor ao Framboesa de Ouro. Mas não é tão ruim assim, só é diferente! A atriz Jennifer Lawrence disse à Agência Efe que esperava essa controvérsia toda, pessoas considerando o filme uma obra-prima, enquanto outras o consideram a catástrofe do século: "Esperava que fosse polarizadora, controversa, porque é uma agressão. É o filme mais visceral que existe. Algumas pessoas não querem ver e nem sentir isso, então estávamos preparados para que algumas pessoas odiassem", disse a vencedora do Oscar por O Lado Bom da Vida.


O filme requer uma total atenção do público desde a abertura, é um filme para fazer o espectador pensar. Mãe é uma mulher submissa, tranquila, dedicada ao marido escritor e que se contenta em viver isolada de todos. Já o Pai está em crise criativa e para conseguir vencê-la deixa um fã passar a noite em sua casa. E aí as coisas começam a se tornar absurdas. Cada vez mais começam a chegar hóspedes na casa prejudicando a pacata vida da Mãe. Coitada! Dava até agonia aquele monte de gente! Parecia fim de ano quando os parentes vem para nossa casa, mexem em tudo, quebram coisas e você não vê a hora de se livrar (risos). Eu já teria expulsado aquele povo na voadora, mas a Mãe apenas aceita para fazer o Pai feliz. E então, a Mãe descobre que está grávida e a partir daí as coisas ficam cada vez mais insuportáveis de ser vistas porque o filme causa essa revolta e incômodo em nós, espectadores.


Só no final vamos entender quem esses personagens representam. Então se você não viu o filme não leia a partir daqui porque poderá conter spoilers!


Os hóspedes indesejados Homem e Mulher (Ed Harris e Michelle Pfeiffer) são Adão e Eva. Seus filhos são Caim e Abel, inclusive na releitura do assassinato de Abel. O personagem de Javier Bardem (Pai) é Deus. E Jennifer Lawrence é a Mãe Natureza! Aí temos a metáfora da destruição do universo pela humanidade. O autor fez uma releitura de muitas passagens bíblicas como o Jardim do Éden, o nascimento e morte de Cristo e até do Apocalipse.


Em uma das cenas, o Homem (Adão) aparece com um ferimento na costela e, logo em seguida, a Mulher (Eva) aparece. Os dois enfurecem o Pai ao mexerem em um objeto que não deveriam que pode ser interpretado como o “fruto proibido”. O filme quer mostrar quando Deus cria o mundo, recebe todos os humanos, é adorado ferrenhamente por eles e apresenta seu filho. A “Mãe Natureza”, ao ver sua terra ser completamente destruída pelas pessoas, se ira e provoca o fim. E um novo ciclo se inicia.


A câmera do filme foca o tempo inteiro em Jennifer Lawrence e suas reações para tudo que acontece ao seu redor. Chega a ser claustrofóbico! É angustiante! A cena da criança (Cristo) sendo morta e comida aos pedaços por todos é uma das mais perturbadoras. Enfim, é um filme sufocante. Por isso divide tanto opiniões. Eu particularmente ainda não sou capaz de opinar porque não conseguir digerir tudo que vi ali. Talvez daqui algum tempo consiga dizer se amo ou odeio Mãe! E você, assistiu? Gostou? Tem alguma outra teoria? Escreve aí nos comentários!



Por: Rodrigo Fonseca
Siga-me no Instagram e acompanhe minha Fan Page

Nenhum comentário:

Não esqueça de deixar o seu comentário! Pode não parecer, mas um blogueiro vive de comentários e sugestões, faça a sua parte e deixe esta blogueira feliz!

Dicas:
- Deixe o link do seu blog/site, eu sempre dou uma olhada!

Regrinhas básicas:
- Por favor não usem palavras de baixo calão.
- Comentários desrespeitosos serão excluídos.

Instagram