[Entrevista] Escritora Claudia Lemes - Parte 1 - Cantinho Geek

12 março, 2018

[Entrevista] Escritora Claudia Lemes - Parte 1

Olá pessoal!

Me chamo Ge Benjamim e sou a nova colunista do blog. 

Antes de iniciarmos nossa postagem, vou me apresentar melhor.

Tenho 19 anos, sou designer e trabalho com serviços editoriais. Além de blogueira, sou escritora e tenho uma paixão especial no mercado literário.

Espero que possamos ser melhores amigos, pois agora, vocês me verão muito por aqui. 😃

Sei que muitos aqui já conhecem a Claudia Lemes, autora das obras Eu Vejo Kate e Um Martíni com o Diabo, contudo, hoje, vamos nos aprofundar um pouco mais na sua obra do Martíni, carreira e gostos.



Escritora brasileira. Cláudia começou a escrever aos 13 anos de idade. Seus primeiros leitores foram suas amigas. Desde então vem amadurecendo sua mão literária e produzindo cada vez mais, sempre movida pela paixão de dar vida às pessoas que vivem em sua mente.

Cresceu no Rio de Janeiro, na Califórnia e no Cairo. Teve a oportunidade de conhecer dezenas de países em quatro continentes e foi essa vida cheia de aventuras, a responsável por seu fascínio pela história, mente e comportamento humano. Em 2005 assinou seu primeiro contrato com a editora Empíreo e desde então vem aprimorando cada vez mais sua escrita e conquistando o grande público.


Primeiramente preciso agradecer a Clau por disponibilizar um pedacinho no seu dia extremamente atribulado para responder as nossas perguntas. Muitíssimo obrigada! <3

Segue a nossa entrevista...

Primeiramente, fale um pouco sobre ti.

R: Sou autora de mais de 9 livros, mas só publiquei dois até agora de maneira tradicional. Tenho 37 anos, sou professora, tradutora, intérprete e escritora. Sou casada com minha alma gêmea e mãe de três filhos: dois meninos e uma menina. Apaixonada por literatura de todos os gêneros e gatos, dediquei mais de uma década da minha vida ao estudo informal de serial killers, e transformo esse conhecimento em diversão comandando o canal Serial Chicks com a psicanalista e grande amiga Paula Febbe. 

Com quantos anos você entrou no mundo literário?

R: Comecei a ler diariamente aos 7 anos e embora tenha menos tempo hoje, nunca parei de ler. Minha maior incentivadora foi minha mãe, e crescer numa casa cheia de livros e ver pessoas lendo no cotidiano, por prazer, foi o que me deu a percepção de que ler era como dormir, comer, e tomar banho. 

Como foi a sua experiência do início até agora? Alguma coisa mudou de lá pra cá?

R: Eu acho que até meus 25 anos eu lia só o que gostava. As redes sociais e ser um pouco mais reconhecida como autora mudaram um pouco isso. Acho que acabo lendo algumas coisas por obrigação. Isso não é necessariamente um problema, mas no meu caso, que tenho pouquíssimo tempo, atrapalha um pouco. 

Falando em Um Martini com o Diabo, o que te fez tirar Charlie da trilogia Woodsons e lhe dar um livro próprio?

R: A trilogia Woodsons é meu xodó. Foi o primeiro livro que abri para o público. Mas mudei radicalmente minha linha de escrita, e acho difícil publicar os Woodsons hoje, sendo que me estabeleci como escritora de thrillers policiais, suspense e terror. Os Woodsons acompanha quatro gerações de uma família. É um drama com erotismo forte, e bastante violência. No meio dessa saga, tínhamos a história de Charlie Walsh. Vi uma oportunidade e dei a ele um livro só dele, e acho que foi a melhor decisão que tomei.

Por que dar um salto tão grande de serial killer para a máfia?

R: Na verdade, acho que fiz o oposto, já que Um Martini foi escrito originalmente em 1998. Eu gosto de falar de pessoas imersas em mundos violentos, e acho que elas encontram esse destino de formas diversas. Pretendo, enquanto estiver escrevendo, abordar várias trajetórias do tipo. 

Quais são seus planos para o futuro? Podemos esperar algo especial?

R: Um thriller novo será lançado em breve, mas infelizmente não posso dar nenhum detalhe da obra. Só posso adiantar que é um thriller policial cheio de suspense e reviravoltas, com uma protagonista brasileira incrível e doses de assassinatos ritualísticos com uma pitada de horror cósmico (bem leve). Um conto meu está sendo adaptado para as telas, mas também não tenho permissão de divulgar esse projeto ainda, e antes do ano terminar eu publico meu livro de não –ficção sobre como escrever thrillers. 

Para finalizar, deixo a você um espaço livre. Diga-nos o que quiser!

R:  LEIAM obras nacionais <3 e divulguem os autores que gostam. Isso faz uma diferença enorme na nossa vida. 

Essa é apenas a primeira parte da nossa entrevista e já é um arraso, não? Fiquem de olho que em breve tem resenhas e a parte 2 da nossa entrevista falando sobre Eu Vejo Kate, Serial Killers e muito mais.

Conheça a obra:



O jovem Charlie Walsh está em Las Vegas, não para tentar a sorte, e sim para matar seu pai, o chefe da máfia italiana, Tony Conicci.O plano era infiltrar-se no restrito grupo de confiança da família Conicci e se aproximar do chefão. Mas Las Vegas corrompe. E o desejo de vingança de Charlie é posto em prova quando ele se vê seduzido por amizades, poder, drogas e dinheiro que a máfia oferece.Com o FBI em sua cola, e secretamente apaixonado pela enigmática esposa do pai, ele precisará decidir onde apostar sua lealdade.Depois do sucesso Eu vejo Kate – O despertar de um serial killer, Cláudia Lemes convida seus leitores a mergulharem em um romance policial noir, recheado com uma boa e tradicional história sobre a máfia italiana.Inspirada pelo clássico O Poderoso Chefão (Mario Puzo) e pelos mestres do gênero noir, Dashiell Hammett, Elmore Leonard e James Ellroy, a autora constrói um drama movido pela vingança e pelo ódio de um filho pelo pai.Um martíni com o diabo é uma história inquietante, com diálogos densos e personagens complexos que estão prontos para conquistar o mais exigente dos leitores.

Você pode adquirir a obra por apenas R$10 na promoção da Editora Empíreo. "AQUI" 

10 comentários:

  1. Eu gostaria de ter esse pique de leitura, mais não tenho...rs...Admiro quem tem e os escritores. Sucesso...

    ResponderExcluir
  2. São muitos livros maravilhosos, e acho que eu iria gostar bastante desse. Porém eu não tenho muito o hábito de ler. :( Preciso trabalhar mais isso em mim!

    ResponderExcluir
  3. Oi, tudo bem?
    Não conhecia a autora e nem o livro dela,
    gostei da entrevista nos ajuda a ficar mais familiarizado com ela.
    Beijos
    www.talytaxavier.com

    ResponderExcluir
  4. Foi um grande prazer conhecer mais da Claudia Lemes, essa excelente escritora, já ouvi falar da autora, mas achei interessante que ela começou a escrever aos 13 anos de idade. Concordo com ela temos que ler mais as obras nacionais temos que dá valor aos nossos escritores, Ge parabéns pela entrevista bjs.

    ResponderExcluir
  5. Gostei muito da entrevista e de sua apresentação. Amo conhecer novos escritores, ainda mais brasileiros. Leio bastante e esse ano decidi me dedicar mais a literatura nacional. Continue com o trabalho, que está muito bom. Abraços! :)

    ResponderExcluir
  6. Preciso pegar o hábito de ler. É tão importante a leitura, confesso que não conhecia a autora e nem o livro dela, mais gostei de conhece-la.
    gostei da entrevista nos ajuda a ficar mais próximo com ela.

    ResponderExcluir
  7. Seja bem vinda então e que bom q teremos muito mais conteúdos e sempre com muita qualidade!!!

    ResponderExcluir
  8. Nossa que sinopse, adorei a entrevista e gostei muito de conhecer Claudia. Confesso que não conhece muito escritores brasileiros (do que me envergonho muito) mais sempre fico muito feliz quando tenho a oportunidade que conhecer e lê pelo menos um pouco suas obra. O livro parece ser bem legal e cheio de ação :) ansiosa pela segunda parte da entrevista

    ResponderExcluir
  9. Valorizo demais autores nacionais! Gostei demais de conhecer a Claudia e seu trabalho!

    ResponderExcluir
  10. Quero ler esse livro agora! Assim que puder vou adquirir. Ainda não conhecia a Cláudia Lemes. Pelo visto ela tem tudo para ser uma nova autora querida. Adoro conhecer novos autores nacionais, então obrigada pela apresentação Ge! Espero mais das suas participações aqui no blog e, principalmente, a parte 2 da entrevista.
    Beijos

    ResponderExcluir

Não esqueça de deixar o seu comentário! Pode não parecer, mas um blogueiro vive de comentários e sugestões, faça a sua parte e deixe esta blogueira feliz!

Dicas:
- Deixe o link do seu blog/site, eu sempre dou uma olhada!

Regrinhas básicas:
- Por favor não usem palavras de baixo calão.
- Comentários desrespeitosos serão excluídos.