[Resenha] Sofia Silva - Sorrisos Quebrados

Olá, geeks! Como estão?
Hoje trago a resenha de um dos melhores livros que li esse ano, um romance da autora portuguesa Sofia Silva. Espero que gostem.

Conheci o livro no Facebook, quando a Sofia postou em um grupo sobre o e-book e desde então ele entrou para a minha lista, por conta da sinopse incrível! Foi com grande alegria que recebi o livro em parceria com a Editora Valentina, pois confesso que nunca pensei que o livro mexeria comigo da maneira que mexeu. A forma como a Sofia escreve, tão poeticamente, me conquistou.

"Quando a escuridão começa a surgir, também as estrelas começam a reluzir no teto. Perdida entre centenas, tento encontrar uma que me escute."

Em Sorrisos Quebrados somos apresentados a Paola, uma mulher que acreditava ter encontrado o homem dos sonhos, mas vê seu sonho de ter uma família feliz desmoronar lentamente quando começa a sofrer agressões físicas e verbais do marido, Roberto. Após tentar fugir, ela é pega e por muito pouco não é morta, mas o acontecimento deixa suas marcas profundas e eternas em Paola. Seis anos depois do ocorrido, Paola vive em uma clínica por opção, onde a cada dia de sua vida tenta se desprender das coisas que já passou com o ex marido, encontrando consolo em suas pinturas.

"_ E quais mentiras mais foram inventadas?- Estimulo ela a falar.
_ Que os monstros são seres assustadores e os príncipes são perfeitos.
_ Qual a verdade?
_ Alguns príncipes são os monstros que atacam de dia e precisam estar camuflados de beleza para ninguém gritar quando são vistos."


"Todos os dias é um recomeço.
Todos os dias eu renasço.
Todos os dias me levanto.
Todos os dias não desisto.
Todos os dias vivo como se não tivesse todos os dias."

No dia em que faz mais um ano desde a tragédia que quase a matou, ela acaba tendo um surto e conhece André, um homem alto, forte e extremamente bonito, chamando a atenção de muitas mulheres por onde passa, mas seu físico é uma das coisas que faz com que Paola queira manter distância. Mas o destino age de uma maneira curiosa.

"Nossas expressões podem não ser verdadeiras. Um sorriso pode esconder tristeza ou falsidade. Podemos aparentar apatia, quando, por dentro, estamos vivenciando todos os sentimentos com intensidade, ou fingir tristeza quando é mentira. Isso não não acontece comigo. Sim, posso esconder ou aparentar diferentes emoções, mas não consigo disfarçar que me aconteceu algo violento, alterando para sempre não só o meu exterior, como quem sou no mais profundo do meu ser."

Um dia ela conhece Sol, uma linda garotinha, que não tem medo de suas cicatrizes, muito pelo contrário, passa a admira-la e nasce uma linda conexão entre as duas, que vai muito além das cores e quadros, um sentimento que liga suas almas. Ironicamente, Paola descobre que Sol é filha de André (não é spoiler, está nas primeiras páginas) e passarão muito tempo juntos, o que irá mostrar se ambos realmente estão preparados para o futuro.

"André tem os olhos entre o cinzento de uma manhã de nevoeiro que esconde segredos e o mar profundo de onde podem surgir coisas que desconhecemos. Ele é a tormenta e a calmaria. O rochedo que protege contra a força das ondas e a areia que voa com uma simples brisa."

Bem, por onde começar a falar do livro? Paola é uma personagem incrível, que mesmo tendo vivenciado o pior da crueldade humana, continua sendo doce, gentil e uma artista completa, que pinta com o coração. Definitivamente, não tem como não se apaixonar por sua personalidade.

"Às vezes, precisamos olhar para as pessoas com os nossos corações e não com os olhos, pois só assim nós vemos quem realmente são."

André, é um personagem que me surpreendeu. No começo, já podemos notar que ele é uma pessoa boa e que teve um grave problema no passado, afetando seu presente, mas nem imaginava o que seria. Durante a leitura, podemos entender seus motivos para ser tão retraído em relação as pessoas a sua volta e proteger tanto a filha. Adorei o personagem.

"Você merece alguém que respire para te fazer feliz. Alguém que nunca te faça sentir menos do que é."

Sol, como falei acima, é uma garota linda, divertida, mas que sofre com um trauma causado ainda quando era uma bebê, tendo dificuldades para se relacionar com as outras crianças, o que torna a relação com Paola ainda mais linda. Ambas se ajudarão e a maneira como isso acontece é linda. 

"Mas, se vivermos pensando na morte, também não viveremos bem- ouso comentar.
_ Não precisamos pensar nela. É como olhar para as estrelas.- Eleva o rosto e faço o mesmo.- Sabemos que elas não têm forma estelar como desenhamos e que, na realidade, é impossível tocá-las, mas isso não tira a beleza nem o desejo de alcançá-las. A vida é como as estrelas. Uma bela mentira que, ao contrário de outras, precisamos agarrar com toda a força porque é fugaz. É a mentira mais linda do mundo. Só existem essas duas mentiras que podemos aceitar: a vida para aproveitarmos ao máximo e as estrelas para tocar."

Como vocês podem ver, há uma relação entre os três envolvendo traumas e superação e acredito esse tenha sido um dos grandes pontos do livro: eles não tentam superar o passado apenas por si, mas sim para ajudarem-se entre eles. Paola por Sol, André por Sol e Sol baseia-se em Paola. Uma conexão que vai muito além de marcas, eles veem o que realmente importa e isso é lindo.

"_ Não quero dormir, André. Se é apenas essa noite que temos. Se nesta noite não estamos pensando, mas agindo por carência de anos de solidão, por favor, quero sentir que sou uma mulher desejável. Faça-me acreditar que sou bonita. E, se puder, eu sei que é um grande pedido, finja que sente algo por mim. Só hoje. Faça com que eu acredite nas suas palavras. Quero pensar que um dia poderei ser amada por alguém que verá algo bonito em mim. Quero ouvir a expressão mais forte entre um casal e fingir que é verdade. Por favor, André, torne real o que sempre desejei. [...] E o que você quer, André?
_ Esta noite quero acreditar que ainda tenho dentro de mim a capacidade de amar outra mulher. [...] Fantasiar que sou suficiente para fazer alguém feliz e esse alguém lutar por mim, querendo ficar só comigo porque basto. Amar-me mais do que todo o resto.
_ Vamos fingir, André."

Outro fator que torna o livro único é a escrita da Sofia. A autora descreve sentimentos, traumas e medos com sensibilidade, tornando a obra poética, sensual e incrivelmente bela. Conseguimos sentir empatia pelos personagens, ainda mais por conta da narração, que alterna entre André e Paola.

"Será que estamos irremediavelmente quebrados? E se sim, qual dos dois está mais?"

Eu recomendaria o livro para pessoas que querem superar seus medos (como eu), pois vemos que há um futuro para nós e a vida não é feita apenas de tristezas. Acredito que seja um livro necessário, pois aborda a violência contra a mulher. Precisamos nos apoiar, não é mesmo, meninas? (O número para denunciar violência doméstica é 180)

"Fazemos amor na escuridão, mas surpreendentemente brilhamos mais do que estrelas."

A edição é linda e a capa possui verniz localizado, como se fosse uma constelação/estrelas, que na minha opinião tem a ver com o fato de Paola ter o mesmo em seu quarto. Também conta com uma diagramação incrível e não encontrei erros.

"_ Quando estou com você é como se toda a escuridão que sinto dentro de mim tivesse uma finalidade.
_ Qual?
_ Ter a capacidade de admirar o quanto você brilha. E, Paola, é sublime. Ninguém brilha tão intensamente.[...] Paola, fique. Só mais uma noite."


Enfim, chegamos ao final de mais uma resenha e alguém tem dúvidas de que eu recomendo o livro? Se você ainda não leu, o que está esperando?

Quem quiser conferir um pouco mais sobre essa linda história, pode entrar no grupo da Sofia Silva no Facebook. Lá, há uma cena extra e inédita. Basta clicar aqui.

Avaliação:

(+ favorito)
Título: Sorrisos Quebrados
Autora: Sofia Silva
Editora: Valentina
Páginas: 240
Ano: 2017

Compartilhe este post:

Comentários
6 Comentários

6 comentários :

  1. Oiii linda tudo bem?
    Eu sou completamente louca para saber e ler esse livro, todo mundo que o leu até hoje elogia e muito, realmente eu adoraria ler e vou comprar assim que possível, parece ser um asssunto forte que hoje enfrentamos na sociedade, amei as fotos.
    Beijinhos

    ResponderExcluir
  2. Eu quero muito esse livro!!!! Não vejo a hora dele chegar aqui e eu pular a fila de leitura. A premissa me chama atenção e mesmo sabendo que vou sofrer com a leitura eu também sei que vou amar cada página dele.

    ResponderExcluir
  3. Oi! Histórias reflexivas que nos fazem ver e se colocar no lugar do outro é algo que adoro ler, mas no momento ando tão pra baixo pra ler livros assim, que ando fugindo um pouco de dramas. Mesmo com essa capa linda e a premissa encantadora, não faz meu estilo no momento, mas quem sabe um dia, se tiver a oportunidade talvez eu leia.

    ResponderExcluir
  4. Oi, tudo bem?
    Eu acredito que nunca vi uma resenha negativa sobre esse livro. Todo mundo que lê ama.
    Confesso que tenho evitado essa leitura, porque é um tema muito difícil e estou procurando livros mais leves para ler. No entanto, sua descrição sobre os personagens, especialmente a Sol, me deixou muito curiosa para ler também. Me pareceu uma história emocionante e sensível, com personagens muitos carismáticos.
    Tentarei encaixar esse livro nas minhas leituras assim que possível.
    Ótima resenha!
    Beijos!

    ResponderExcluir
  5. Acho essa capa maravilhosa e faz tempo que vejo elogios ao livro, então ele já está na minha lista. Fiquei chateada que não consegui conhecer a autora, mas ler eu ainda posso... Rs... O tema é realmente muito importante e só por isso a obra já mereceria ser lida.

    ResponderExcluir
  6. Gente esse livro está maravilhoso! Eu comprei na bienal mas não consegui pegar autógrafo com a autora. Já vi que vou me emocionar com essa história e eu amei os marcadores que a editora fez para ele.

    Beijinhos!

    ResponderExcluir

Não esqueça de deixar o seu comentário! Pode não parecer, mas um blogueiro vive de comentários e sugestões, faça a sua parte e deixe esta blogueira feliz!

Dicas:
- Deixe o link do seu blog/site, eu sempre dou uma olhada!

Regrinhas básicas:
- Por favor não usem palavras de baixo calão.
- Comentários desrespeitosos serão excluídos.

 
Copyright © Cantinho Geek. Designed by OddThemes