[Resenha] A Cor Púrpura- Alice Walker

sexta-feira, abril 07, 2017 27 Comentários A+ a-

   

Olá, como vão?

Hoje temos a resenha de um dos livros mais populares da história e que deu origem ao filme de Steven Spielberg em 1985, contando Oprah Winfrey como Sofia, Whoopi Goldberg como Celie e Danny Glover como Albert.
A história é narrada por Celie, que em cartas destinadas a Deus (e também a sua irmã Nettie) conta tudo sobre sua vida de 1900 a 1940. Pobre, semi-analfabeta, negra tem uma vida sofrida, porém, nunca perdeu as esperanças de algo melhor. 

Estuprada pelo pai desde criança, acaba engravidando ainda cedo e tem dois filhos, porém, ambos são adotados por um casal de missionários de classe média. Ainda jovem é obrigada a casar com um viúvo chamado Albert, quem na verdade estava interessado em sua irmã, porém, seu pai (que futuramente descobrimos ser padrasto) por interesse sexual na mesma, acaba entregando Celie, dizendo que ela seria uma esposa melhor. 

O relacionamento dos dois acaba sendo completamente abusivo (tanto que ela o chama de Sinhô), além de ser tratada como escrava e obrigada a cuidar dos filhos de Albert, a quem ele mesmo não dá muita atenção, mas, Celie, apesar de ser tratada de forma revoltante, sempre trata os enteados bem.

Uma fato curioso sobre Albert é que ele trata Celie assim por conta de sua forte paixão por Shug Avery, sua amante. Que, ironicamente, após muito tempo sem verem, ela aparece doente e ele a convida para morar com sua família. Esse fato em si já é bem revoltante, pois ambos tem relações sem se importar com Celie e, apesar de ser ela quem cuida de Avery. ela nutre uma grande raiva por sua cuidadora, que não se importa com isso.

Nesse momento, Celie conhece sua história e vê que Avery quer ser muito mais do que a sociedade diz que ela deve ser, ela quer ser mais do que uma cantora negra e é através desse espírito de Shug que Celie vê a importância da liberdade. Ambas acabam tendo um caso (e, por sinal, lindo) que envolve companheirismo, amor e confiança. Realmente, é uma das partes mais lindas do livro, pois Avery acaba ensinando para Celie o valor das coisas que lhe foram roubadas e assim ela vai tentando mudar seu caminho e criando um certo mecanismo de defesa para bloquear todo o ódio de Albert. 

Não tenho costume de ler livros fortes assim, mas foi um dos melhores livros que já li. Não se trata de um livro feliz e está longe de ser. Não há contos de fada, nem príncipes. Ele trata de coisas reais: machismo, opressão, racismo, a descoberta do amor e da sexualidade. Ele nos mostra como podemos ser fortes quando necessário.

Quanto a escrita: achei um pouco complicada, pois, como é contada em cartas por Celie, que é analfabeta, então, há vários erros de português e em algumas vezes achei complicado entender o que estava escrito. Contudo, acredito que o objetivo da escritora é aproximar o leitor da realidade da protagonista, e consegue isso com sucesso.

Os personagens são ótimos, sentimos empatia por eles logo nas primeiras páginas. Não tem como não se apaixonar por e torcer para que superem as dificuldades. 

É um livro que merece ser lido e traz várias reflexões sobre a vida, ainda mais por mostrar a realidade como ela é.

Recomendo à todos.

Avaliação:





27 comentários

Escreva um comentários
Crislane Barbosa
BLOGUEIRA
14 abril, 2017 Deletar

Oi, Paula!
Que livro! Celie é muito maltratada! Não sei seu eu leria o livro, pois é muito tenso e forte para mim. Juro que enquanto eu lia sua resenha, meu coração dava uma apertada. Acho que não estou preparada para uma leitura assim agora, mas vou anotar sua dica. Obrigada! ^^
Beijão!
http://www.lagarota.com.br/
http://www.asmeninasqueleemlivros.com/

Responder
avatar
Blog Desencaixados
BLOGUEIRA
14 abril, 2017 Deletar

Olá,

Eu estou inconformado, COMO EU NÃO CONHECIA ESSA OBRA? A história é forte e é do estilo que gosto, fiquei muito interessado em fazer a leitura dela e conhecer mais. Vou fazer a leitura assim que me surgir uma oportunidade, amei sua resenha e a forma que você nos passou as suas impressões e experiências com a obra! ♥

→ desencaixados.com

Responder
avatar
Carla
BLOGUEIRA
14 abril, 2017 Deletar

Oie!
Eu ainda não li o livro, e não sabia qual era o tema da história. Mesmo se tratando de um tema forte, tenho interesse em ler o livro. Vou anotar essa dica.
Bjks!
Histórias sem Fim

Responder
avatar
Manoel Alves
BLOGUEIRA
14 abril, 2017 Deletar

Olá
Sempre que leio esse título eu lembro da Tônia do Todo Mundo Odeio o Chris kkk. Apesar desse livro ser um clássico eu ainda ajo sabia do que se tratava a obra. Eu, depois de ver esse post, fiquei muito curioso para ler a ora. Sem falar qie tem uma bela capa
Bjs

Responder
avatar
Thayenne Carter
BLOGUEIRA
15 abril, 2017 Deletar

Olá,

Eu baixei esse livro numa promoção gratuita do Kindle. Porém, não tive a oportunidade de lê-lo ainda, pois vi muitos comentários alertando sobre como o livro poderia ser pesado – e sua resenha só confirma isso –, como não estava me sentindo preparada (e ainda não estou) adiarei mais um pouquinho essa leitura.

Beijos,
entreoculoselivros.blogspot.com

Responder
avatar
Marijleite
BLOGUEIRA
16 abril, 2017 Deletar

Olá, eu tenho A cor púrpura na minha estante há maios ou menso um anos, mas ainda não consegui tempo para ler. Sua resenha reacendeu em mim a vontade de ler logo um livro que traz uma história tão forte!

Responder
avatar
Daniele Vieira
BLOGUEIRA
17 abril, 2017 Deletar

Olá
Tenho muita vontade de ler esse livro, mas ainda estou em busca do momento certo, pois sempre achei seus temas muito difíceis, como a forma que o marido trava ela, a dica já está anotada.

Responder
avatar
Catrine Vieira
BLOGUEIRA
17 abril, 2017 Deletar

OOi!
Tenho vontade de ler o livro por conta desses temas importantíssimos que ele aborda, mas confesso que até hoje não achei um momento pra ele, que precisa ser um certo. Agora, por exemplo, não é. Estou dando um tempo em leituras mais "pesadas". haha Mas um dia tenho que lê-lo, e espero gostar assim como você.
Beijoos!

Responder
avatar
Paula Sesterheim
BLOGUEIRA
18 abril, 2017 Deletar

Olá.
Realmente, temos que estar preparados para ler o livro, pois o tema é beem pesado.

Responder
avatar
Paula Sesterheim
BLOGUEIRA
18 abril, 2017 Deletar

Olá
Fico feliz que tenha gostado da resenha, não perca tempo para ler! É um livro incríveeeeel!

Responder
avatar
Paula Sesterheim
BLOGUEIRA
18 abril, 2017 Deletar

Olá
Espero que goste, é um livro bem forte mesmo.

Responder
avatar
Paula Sesterheim
BLOGUEIRA
18 abril, 2017 Deletar

Olá, tudo bem?
Nossa, pensei que eu era a única que lembrava de Todo Mundo Odeia o Chris por causa dessa obra, hahaahaha.
Espero que você goste da leitura.

Responder
avatar
Paula Sesterheim
BLOGUEIRA
18 abril, 2017 Deletar

Olá, tudo bem?
Realmente, é o tipo de leitura que temos que estar preparados, caso contrário... mas vale muitooo a pena!

Responder
avatar
Paula Sesterheim
BLOGUEIRA
18 abril, 2017 Deletar

Olá, tudo bem?
Espero que você goste, é um livro lindo (apesar de tratar de temas fortes).

Responder
avatar
Paula Sesterheim
BLOGUEIRA
18 abril, 2017 Deletar

Oiie, tudo bem?
Realmente, é um livro que deve ser lido no momento certo devido aos temas fortes. Espero que quando você ler goste tanto quanto eu. *-*

Responder
avatar
Paula Sesterheim
BLOGUEIRA
18 abril, 2017 Deletar

Olá, tudo bem?
Espero que você leia em breve, é uma ótima leitura!

Responder
avatar
Aline Belloni
BLOGUEIRA
18 abril, 2017 Deletar

CARACA!Nem sei o que dizer desse livro!
Onde eu estava que nunca dei uma lida nele?
Já tinha ouvido falar, mas nunca fui atrás para saber mais e agora me arrependo demais. Até adicionei na wishlist!

Responder
avatar
Beta Oliveira
BLOGUEIRA
18 abril, 2017 Deletar

Olá! Já tinha ouvido falar do livro e do filme, mas confesso que ainda não vi nem li. Ainda não houve oportunidade. Eu sabia muito pouco sobre ele - obrigada por me dar mais elementos em que pensar. Talvez um dia eu leia e espero me comover com a força desta história. Abraços!

Responder
avatar
Rafaella Viegas
BLOGUEIRA
18 abril, 2017 Deletar

Oiii tudo bem???

Ainda não tive oportunidade de pegar o livro para ler, mas sei que a história é forte, e tenho que estar preparada para ler. Adorei sua resenha, a forma como explicou, e fiquei com mais vontade ainda de ler.
Bjus Rafa

Responder
avatar
Paula Sesterheim
BLOGUEIRA
18 abril, 2017 Deletar

Oii, tudo bem?
Que bom que você gostou! Espero que aprecie a leitura *-*

Responder
avatar
Paula Sesterheim
BLOGUEIRA
18 abril, 2017 Deletar

Olá
É um livro muitoo bom! Um clássico

Responder
avatar
Liziane Goulart
BLOGUEIRA
19 abril, 2017 Deletar

Oi!!
Eu já assisti o filme algumas vezes e tenho vontade de ler o livro.
Imagino que a leitura é intensa, já me imagino tendo acessos de raiva porque coisas como machismo, racismo e outras ações são realmente revoltantes.
Beijão!

Responder
avatar
Carolina Fernandes
BLOGUEIRA
19 abril, 2017 Deletar

Oii
Não conhecia o livro nem o filme (me sentindo uma sem cultura aqui!) hahah
Mas o fato é que não gosto de ler livros, como você disse, fortes. Costumo ficar muito revoltada, e como costumo dizer, leio para fugir dessa realidade horrível em que vivemos, então, prefiro meus príncipes e castelos.
Passo a dica. =)

Vícios e Literatura

Responder
avatar
Paula Sesterheim
BLOGUEIRA
19 abril, 2017 Deletar

Oii, tudo bem?
Realmente, tem que estar preparada para a leitura.
E fico muito feliz que tenha gostado da resenha <3

Responder
avatar
Paula Sesterheim
BLOGUEIRA
19 abril, 2017 Deletar

Oii, linda
O filme eu ainda não assisti, só li o livro.. mas também preciso me preparar para assistir, é tem tenso

Responder
avatar
Paula Sesterheim
BLOGUEIRA
19 abril, 2017 Deletar

Oii, tudo bem?
Super entendo, haha.
Obrigada por dar uma passadinha no Cantinho Geek <3

Responder
avatar
carool santos.
BLOGUEIRA
21 abril, 2017 Deletar

Olá, tudo bem? É um livro que estou tem um tempinho querendo ler pelo fato que você citou: não é um livro com final feliz, mas sim um enredo que nos traz reflexões, nos traz questionamentos de tabus dos dias atuais, de preconceitos, de coisas não desejadas na sociedade e isso me anima a lê-lo para tentar enxergar o outro lado da faceta. Ainda não tive oportunidade, mas espero mudar em breve, e sua resenha está impecável. Adorei!
Beijos,
diariasleituras.blogspot.com.br

Responder
avatar

Não esqueça de deixar o seu comentário! Pode não parecer, mas um blogueiro vive de comentários e sugestões, faça a sua parte e deixe esta blogueira feliz!

Dicas:
- Deixe o link do seu blog/site, eu sempre dou uma olhada!

Regrinhas básicas:
- Por favor não usem palavras de baixo calão.
- Comentários desrespeitosos serão excluídos.