[Resenha] Laranja Mecânica - Anthony Burgess


Olá, drugues! Como vão? Hoje temos a resenha de um livro que eu queria muito ler por ser considerados um dos clássicos mais polêmicos da literatura, que é Laranja Mecânica

O livro é narrado pelo jovem Alex, de 15 anos, que é o líder de um grupo de delinquentes que sempre faltam a aula para cometer atrocidades, tais como: estupros, espancamentos, roubos, etc; apenas por diversão. Em uma noite a amizade deles é posta a prova, mas o poder sobe a cabeça dos amigos de Alex, que não aguentam mais suas ordens e acabam por tramar um plano que o fará ir preso. Na tentativa de estuprar uma mulher, ela acaba reagindo e, sem querer, Alex a mata e leva a culpa, já que seus amigos o abandonam.


Apesar de acreditar que não aconteceria nada demais nesta parte, é aí que começa a história de verdade: Ele vai preso, mas representantes do governo querem alguém extremamente violento para um experimento chamado Técnica Ludovico, e Alex acaba por se dispor a faze-lo, pois acredita que será fácil e também sabe que se colaborar com eles, sairá mais rápido da cadeia. E é aí que seus problemas apenas começam.

Ele é submetido a tortura psicológica por dias e elas tem como objetivo mudar a personalidade brutal do nosso protagonista, ou seja, ele assiste a vídeos de estupros coletivos, assassinatos, roubos, etc; para aprender que é errado. O governo o obriga a continuar com o tratamento até o fim, para provar aos demais que é possível mudar a parte sombria de alguém ensinando-o a repudiar atos que vão contra a sociedade. Obviamente isso o afeta de uma maneira brutal e nosso protagonista não poderia sair dali com a mente ilesa, em várias partes podemos ver o quanto ele ficou perturbado com todo o ocorrido, mas há mais coisas além disso. 

No livro há toda uma questão de ideologia e não tem como ser o mesmo depois de lê-lo. É terrivelmente assustador, mas há uma beleza nele também. Alex é sombrio, mas um fã nato de Beethoven e músicas clássicas, assim como de cultura. 

Outra coisa que é notável é o amadurecimento do personagem, e é sempre incrível ver que o protagonista aprende com os próprios erros. No início vemos um Alex com a mente de um adolescente, mas depois nos deparamos já com um homem feito, que realmente se preocupa com seus atos de antigamente.

A escrita é muito diferente, o autor criou um vocabulário próprio para o livro chamado Nadsat, e isso fica na cabeça. Por exemplo, a palavra "drugue" significa "amigo", mas há várias outras palavras e termos criados que são bem divertidos. Todas são junções do Inglês com Russo, o que acabou marcando muito Laranja Mecânica. Outro fato importante é que a Editora Aleph explica essas gírias traduzidas e podemos ver que eles realmente tiveram muito cuidado com a tradução para não deixar sem nexo, já que são palavras inventadas pelo próprio Anthony Burgess.

A versão que eu li era a de 50 anos e traz várias curiosidades sobre o livro:
_ Trechos do livro restaurados pelo editor inglês;
_ Notas culturais do editor;
_ Ilustrações exclusivas de Angeli, Dave McKean E Oscar Grillo, eis algumas aqui:








_ Artigos e ensaios escritos pelo autor, inéditos em língua portuguesa;
_ Reprodução de 6 páginas do manuscrito original, com anotações e ilustrações do autor.

Outra coisa legal é que essa edição é com jacket, ou seja, o livro tem uma capa removível. Gostei muito disso e da imagem também, pois ela tem um certo significado para o nosso protagonista.

(Livro com jacket)

(Livro sem jacket)

Então, quem ainda não leu, leia! A edição de 50 anos é maravilha e vale muito a pena comprar, sem falar que quem ainda não conhece a história está perdendo um livro maravilhoso com ótimas críticas, mas prepare seu psicológico, pois ele nunca mais será o mesmo. 

Compartilhe este post:

Comentários
22 Comentários

22 comentários :

  1. Paula de Sá

    Eu AMEI a resenha! Infelizmente eu não consegui curtir essa capa nossa kkkk, a primeira capa da Aleph, mas mesmo assim, essa história é maravilhosa!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oie, tudo bem?
      Fico feliz que tenha gostado, não foi tão fácil fazer a resenha pq é um livro bem complexo, digamos assim kkk
      Gostei da capa pq ela tem um significado bem legal na história <3

      Excluir
  2. Oii Paula!
    Sou muito louca para ler esse livro! essa capa me conquistou já de primeira, parece ser um assunto muito bacana, já pela capa eu compraria ( plaquinha da vergonha rsrs ) Amei sua resenha, de certa forma super completa, as imagens do livro é as melhores! achei super rica, a edição como pude já ver, está incrível né! Apesar que o livro já estava na minha lista de desejados já quero coloca-lo na lista de urgentes! rsrs amei amei
    Abraços;**
    http://FebredeLivro

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oii, linda.
      Que bom que você gostou da resenha!
      Também ameii essa edição, as imagens são incríveis... por incrível que pareça, consegui essa fucking edição da biblioteca daqui, haha

      Excluir
  3. ‘não tem como ser o mesmo depois de lê-lo’ onde eu assino? Concordo plenamente. Uso esse livro em sala de aula, com turmas de Ensino médio, como minha edição era bem antiga, comprei essa que é linda, né?!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oii, tudo bem?
      Queria que minhas professoras tivessem usado esse livro quando eu estava no ensino médio, é muito bom. Infelizmente a literatura foi a base de Machado de Assis e José de Alencer, o que me afastou dos livros por um bom tempo já que eu não entendia nada, ahaha

      Excluir
  4. Oi! Quero muuito ler esse livro!
    Só assisti ao filme e realmente a história é bem impactante. No começo temos raiva de Alex e depois sentimos pena. Fora que o fato de ele ser "culto" me deixa de cara rsrs
    Essa edição é uma fofura só *-* Só tinha visto a capa, mas não sabia como era por dentro, então vou adiantar a compra também hehe
    Beijo!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oii, tudo bem?
      Fiquei bem surpresa com o fato dele ter cultura, kkkk.... eu não esperava por isso, foi bem chocante.

      Excluir
  5. eu adoro esse livro, e minha edição é justamente essa edição 50 anos, que é lindissima...
    sempre indico em minhas aulas, a temática e critica que ele carrega são importantes a fim de se compreender alguns fatores de nossa sociedade...
    bjs...

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oii, tudo bem?
      Também acho um livro super importante, os professores deveriam trabalhar com ele... infelizmente, na escola não fui apresentada a essa obra :(

      Excluir
  6. Oi Paula,
    Um clássico com uma edição maravilhosa.
    Para comprar, ler e colecionar.
    Beijos,
    André | Garotos Perdidos

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oii, tudo bem?
      Com certeza é uma ótima edição para colecionadores

      Excluir
  7. Tenho de ler esse livro, tá no meu desafio literário, mas ainda não é o momento... Porém, gosto bastante do filme.

    ;*

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oii, tudo bem?
      Entendo. Vi o filme primeiro e depois li o livro, foi meio estranho kkkk há algumas cenas no filme que eles mudaram a ordem. No livro acontece algo antes e tem vezes que no filme depois ou vice versa, mas gostei também

      Excluir
  8. Oi!
    Esse livro é um clássico, assim com sua adaptação, mas nunca tive a menor vontade de o ler/assistir até ler a sua resenha, pois na verdade eu mal sabia do que se tratava. Achei a trama simples mas com personagens bastante complexos, principalmente o protagonista, e com uma grande quantidade de críticas sociais. Lerei em breve, com certeza.
    Beijos!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oii, tudo bem?
      Realmente, os personagens são beem complexos e há várias críticas na obra, o que a tornou para mim incrivelmente boa

      Excluir
  9. Olá Paula, tudo bem?

    Tanto o livro como o filme Laranja Mecânica são impactantes. Eu adorei a leitura, é um clássico que meche conosco. Super recomendo. Outro fato positivo é o projeto gráfico da Aleph, essa edição ficou linda!
    Bjuss

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oii, tudo bem?
      Impactantes é uma boa palavra para definir tanto o livro quanto o filme. A edição é super linda, nem acredito que peguei essa edição na biblioteca aqui da minha cidade

      Excluir
  10. Oi Paula!
    Esse livro e essa edição são simplesmente maravilhosos!
    Durante a leitura fiquei completamente perturbada por tamanha crueldade, tanto por parte das gangues quanto pelo governo... começamos a pensar e refletir sobre coisas que realmente dão muito medo...
    Amei o vocabulário criado pelo autor e até incorporei alguns ao meu próprio repertório kkkkkk.
    As imagens do livro nem preciso falar né... são de cair o queixo!
    Parabéns pela ótima resenha flor!
    Ahhh já estou seguindo o blog e espero que você siga o nosso também para podermos continuar trocando dicas de autores e obras!

    http://thehouseofstorie.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oii, tudo bem?
      Também fiquei bem perturbada quanto li kkkk confesso que eu não estava preparada para nada daquilo

      Excluir
  11. Olá,
    Eu já assisti ao filme e desde então fiquei bem curiosa para ler a obra, já que sempre são bem mais completas e detalhadas do que as adaptações.
    A premissa é bem legal e acho interessante a forma proposta para "resolver" os problemas de violência e da mente perturbada de Alex e como ele consegue amadurecer em todo o processo, sendo nítida essa mudança.

    LEITURA DESCONTROLADA

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oii, tudo bem?
      A obra é incrível, tenho certeza de que você vai adorar, ainda mais pq podemos notar o processo de amadurecimento do personagem

      Excluir

Não esqueça de deixar o seu comentário! Pode não parecer, mas um blogueiro vive de comentários e sugestões, faça a sua parte e deixe esta blogueira feliz!

Dicas:
- Deixe o link do seu blog/site, eu sempre dou uma olhada!

Regrinhas básicas:
- Por favor não usem palavras de baixo calão.
- Comentários desrespeitosos serão excluídos.

 
Copyright © Cantinho Geek. Designed by OddThemes