[Entrevista] André Souto - Autor de Ossos do Clima


Olá geeks, tudo bem com vocês?

Venham ver uma entrevista que o Cantinho Geek fez com o autor André Souto! A entrevista sairia daqui a alguns dias, mas como hoje é aniversário do autor resolvemos presenteá-lo com este post!


1. Quando foi que você começou a gostar de ler e escrever?
Em algum momento na infância migrei dos gibis para os livros, ler sempre foi uma necessidade vital do meu cotidiano. Escrever eclodiu. Ninguém nasce escritor, aos poucos, o desejo de preencher as lacunas foi se delineando impulsionado por uma vontade de contar estórias sob uma a ótica brasileira, entendendo que também outras pessoas gostariam de reconhecer-se em nossas ruas e modos típicos. Terminei o primeiro livro antes dos vinte, mas não tenho interesse em publicá-lo. Comecei e abandonei outros ao longo da jornada. Escrevi uma peça de teatro, Ventre Nosso, produzida e dirigida profissionalmente pelo saudoso Wellington Dias. Redigi contos e roteirizei um deles para um curta-metragem. Elaborei artigos e textos acadêmicos. Lapidava a voz narrativa, Ossos do Clima ganhou forma a partir do momento que me senti pronto para retomar minha essência romancista.

2. Fale um pouco sobre si mesmo. Quem é André Souto?
Um sonhador, mas que sempre buscou seus objetivos trabalhando e se dedicando imensamente, sabendo que tudo é possível quando a vontade se une à coragem sob um fator comum chamado Fé.

3. Como veio a ideia do livro “Ossos do clima”?
O desenvolvimento de Ossos do Clima surge da temática tratada como pano de fundo da trama. Sempre que lecionava ou palestrava sobre as questões climatológicas havia uma agitação nas pessoas, percebi que muitos não conheciam as teorias, fadados a um único ponto de vista. Decidi testar as mais íntimas certezas de um maior número de leitores confeccionando um enredo policial, onde as investigações e conflitos são alimentados por uma complexidade moral orquestrada sobre uma teia eletrizante repleta de intrigas, reviravoltas e mistérios.

4. Algo que você gosta e que não gosta no livro.
Bom, apontar algo que eu não goste é um desafio, pois o livro foi fruto de uma pesquisa ampla e de grande planejamento. Tento escrever a melhor estória que posso sempre que me coloco diante de um projeto, respeitando a maneira que o tema exige que o estruture. Gosto do livro como um todo, sobretudo a complexidade na criação dos dois protagonistas, especificamente, Alice enfrentando a Alexitimia, enquanto Amilton encara seus fantasmas do passado. 

5. Quais foram as dificuldades que você encontrou neste meio literário?
O meio literário tem sido bem diferente, uma escola, se comparado ao meio acadêmico. No entanto, em ambos, a etapa de avaliação do original é aquela que exige maior contensão da ansiedade, embora Ossos do Clima tenha recebido aprovação por todas as editoras enviadas, o período de espera foi cruel. 

6. Fale mais sobre seu livro, quais dificuldades e facilidades você teve ao escrever?
Uma parte bacana do processo foi aprender sobre os assuntos que permeiam a obra. São elementos e personagens que se enredam em questões globais em uma investigação lógica, um quebra-cabeças, exigindo uma profunda investigação, mas estudar sempre foi uma paixão. O maior desafio consistiu na construção de Alice Gianne, portadora de um tipo raro de autismo, que inibe as reações emocionais. Confeccionar as cenas sob um ponto de vista complexo, em analogia à trama, exigiu o desenvolvimento de uma técnica de percepção escrita a fim de parecer verossímil, e fazer com que o leitor sinta-se como a personagem. 

7. Quanto tempo demorou para finalizar o livro?
Foi um processo que levou um tempo de pesquisa quanto à temática principal, que se desdobrou da vida de professor acadêmico e das palestras. Quando sentei para escrever, o processo durou algo em torno de seis meses, contando com as inúmeras revisões.

Imagem tirada da página do autor

8. É livro único ou tem continuação?
Sem dúvidas, é um livro avulso.

9. Já possui outros projetos em mente? Se sim, gostaria de falar um pouco sobre eles?
Tenho uma dezena de projetos alinhavados. Estou escrevendo um quarto livro. Além disso, há outro original finalizado e buscando uma casa editorial, “Cubos de Marfim”, o qual foi menção honrosa no Prêmio Literário e Audiovisual Mark Wertz, terminando na terceira posição entre milhares de inscritos. 

10. Quais sentimentos você busca despertar nas pessoas? 
Meu maior desejo é que as pessoas virem as páginas, sintam-se imersas na estória, ao ponto de perder o sono e não ter vontade de largar antes de chegar ao final. Podem brigar comigo por isso! (risos!!!) 

11. Recadinho aos leitores: O que você quer dizer para eles?
Continuem seguindo o Cantinho Geek! Espero que curtam Ossos do Clima, adorei escrever este romance, desejo que sintam o mesmo impacto que ele me causou. Peço que conte aos amigos sobre o livro, o boca a boca é essencial ao escritor brasileiro.


Recado para o autor: O Cantinho Geek lhe deseja um feliz aniversário! Além de muito sucesso e ótimas ideias para projetos futuros e muita criatividade sem bloqueio! (risos) Obrigada pela parceria!

Até o próximo post!


Compartilhe este post:

Comentários
2 Comentários

2 comentários :

Não esqueça de deixar o seu comentário! Pode não parecer, mas um blogueiro vive de comentários e sugestões, faça a sua parte e deixe esta blogueira feliz!

Dicas:
- Deixe o link do seu blog/site, eu sempre dou uma olhada!

Regrinhas básicas:
- Por favor não usem palavras de baixo calão.
- Comentários desrespeitosos serão excluídos.

 
Copyright © Cantinho Geek. Designed by OddThemes