[Resenha] A Garota do Calendário: Janeiro - Audrey Carlan

quinta-feira, janeiro 26, 2017 4 Comentários A+ a-


Olá geeks, tudo bem com vocês?

A Garota do Calendário: Janeiro, é o primeiro volume de doze da série que está sendo publicado pela Editora Verus e vim falar para vocês um pouco sobre o que achei.

O livro tem pouquíssimas páginas e acabei lendo-o em uma sentada. Aqui temos a história de Mia Saunders, uma mulher que precisa juntar um milhão de dólares para quitar uma dívida do pai que corre risco de vida. Acontece que ela precisa juntar esse alto valor em pouco tempo, seu pai está internado em coma depois que seu ex namorado, um agiota, o espancou.

Isso mesmo que vocês leram, quem está cobrando a dívida é seu ex namorado que se aproveitou dela para endividar o pai. Sendo assim, ela tem que ter o dinheiro senão depois que seu pai for morto, as próximas serão ela e sua irmã.


Mia é contratada por sua tia para trabalhar em uma empresa de acompanhantes de luxo, mas não se engane, eles não vendem sexo, eles vendem acompanhantes. Tudo o que ela precisa fazer é acompanhar caras ricos como uma "namorada troféu" em bailes e reuniões importantes. No entanto, se ela fizer sexo com estes homens, por livre e espontânea vontade, ela vai receber 20% a mais do valor total - que é cem mil dólares. Como a empresa não vende sexo, esses 20% são somente dela. 

Sua tia lhe explica todas as regras de como ser uma barbie e também lhe explica que ela não é obrigada a nada. Apenas acompanhá-los para onde precisam ir e passar vinte e quatro dias com ele. Cada mês ela terá de passar com um cara diferente, serão 24 dias e nos dias restantes ela terá de se preparar para o próximo.


O primeiro homem com quem ela tem que passar seu mês é Wes, um homem alto e loiro, além de ser podre de rico. Wes é um roteirista bem sucedido e que aceitou uma acompanhante de luxo apenas porque sua mãe pediu.

A química entre Wes e Mia é palpável logo no início e bom, nossa companheira não é nada boba em recusar as investidas dele de querê-la em sua cama, mas há regras:

1. Não dormirem na mesma cama (no sentido de dormir mesmo)
2. Não ficar com outra pessoa
3. Não se apaixonar

Não tenho muito o que contar da história, afinal, o livro é muito curto e mostra praticamente o envolvimento de Mia com Wes. Diferentemente de outros livros eróticos que eu já li, A Garota do Calendário não teve aquele tcham! que prende a gente e nos deixa a madrugada toda acordados. É apenas uma história com sexo explícito, então, se você está esperando uma história emociante além do sexo... esquece.


Apesar de tudo quero continuar lendo a série e ver se a autora conseguirá inovar a cada livro, afinal, doze livros sobre sexo deve ser algo difícil de fazer, pois corre o risco de cair na mesmice. Só acho que os livros deveriam ser comprimidos em um só, são todos muito finos, além de terem um formato pequeno e acredito que caberiam todos em apenas um volume.


A diagramação do livro é bem simples e a narração é feita pela personagem principal, Mia. A capa do livro é bem bonita e representa de fato o tom de cor que a personagem mais usou, que foi o azul. Imagino que se as outras capas também são devido à isso. Eu achei a Mia uma personagem bem divertida e agradável, apesar de não gostar da pronuncia do nome dela - é enjoativo.


Janeiro é um livro mediano, não é nem bom e nem ruim. É apenas um livro rápido para quem curte uma boa história erótica sem querer se alongar muito na construção de sentimentos e confiança entre os personagens.

Até o próximo post!

Avaliação
      


Editora: Verus
Autora: Audrey Carlan
Número de páginas: 144
Volume: 01/12


Tenho 21 anos, sagitariana e apaixonada por livros. Atualmente estou cursando Design Gráfico na UFG. Meus Hobbies são escrever, ler, ver Doramas, animes, filmes e séries. Gosto muito de filmes e séries de terror, mas em questão de livros e mangás eu prefiro os de romances. Em 2016 publiquei meu conto "Lilith - A Princesa das Trevas" na antologia Demontale e fechei contrato com a Young Editorial para publicar o meu livro "Porcelana: Rubrum Luna"

O animal que me representa é o lobo.




4 comentários

Escreva um comentários
Valéria Gravino
EQUIPE GEEK
28 janeiro, 2017 Deletar

Pelo o que puder ler na resenha o livro é sem sal. Fico me perguntando então o que teria feito essa serie fazer tanto sucesso.

Responder
avatar
Géssica Marques
EQUIPE GEEK
28 janeiro, 2017 Deletar

Também não sei... Já li muitos livros melhores, talvez seja só um jogo de marketing.

Responder
avatar
Tinistas Para Sempre
EQUIPE GEEK
19 fevereiro, 2017 Deletar

Eu quero muuuuuuuuito esse livro! Minha irmã já leu e eu fiquei curiosa para ler, mas não sabia se era bom. Depois dessa resenha, QUERO TODOOOOOOOOOOOOOOOS!

Responder
avatar
Géssica Marques
EQUIPE GEEK
19 fevereiro, 2017 Deletar

É interessante e uma leitura rápida!

Responder
avatar

Não esqueça de deixar o seu comentário! Pode não parecer, mas um blogueiro vive de comentários e sugestões, faça a sua parte e deixe esta blogueira feliz!

Dicas:
- Deixe o link do seu blog/site, eu sempre dou uma olhada!

Regrinhas básicas:
- Por favor não usem palavras de baixo calão.
- Comentários desrespeitosos serão excluídos.