[Resenha] Deixe-me Entrar - Letícia Godoy

Título: Deixe-me Entrar
Autora: Letícia Godoy
Editora: Arwen
Gênero: Romance, Aventura, Fantasia
Páginas: 320

 Livro nacional
 Página da autora
 Compra aqui
 Adicione no Skoob

Sinopse: Julianne Ipswich cresceu confinada no internato Le Rosey, afastada de sua família com o pretexto de receber uma educação de qualidade. Este fato sempre a incomodou e o maior desejo de Julianne era descobrir a verdade para que a família tenha a afastado, uma vez que não ficou convencida de que a preocupação com os seus estudos seria o único motivo.Ao completar 15 anos, ela retorna para Stone Forest, a cidade de seus pais, e, aos poucos, acaba descobrindo mais do que gostaria de saber.
Cercada por muito mais perigos e desafios do que ela jamais pôde imaginar que surgiriam em sua vida, Julianne precisará desvendar os mistérios de seu passado e preparar-se para os desafios do futuro rapidamente se quiser sobreviver. As vozes se misturam, os olhos sedentos nunca param de espreitar e o perigo está onde ela menos imagina. Será que Julianne conseguirá enfrentar tudo isso?

****

Olá geeks, tudo bem com vocês?

Hoje eu trago resenha do livro da autora parceira, Letícia Godoy. Deixe-me Entrar é o primeiro livro da trilogia Deixe-me. O segundo livro se chama Deixe-me Ver e já tem até capa, irei colocá-la para vocês verem no final do post. O terceiro livro se chama Deixe-me Ir.

Em Deixe-me Entrar nós somos inseridos na época da inquisição da igreja. Ali vemos a condenação de uma família de mulheres. Todas condenadas por bruxaria porque uma das irmas fora encontrada completamente sem sangue. Bom, de fato, elas são bruxas, mas só usavam magia para o bem, o problema delas mesmo foram os vampiros.

Jeanne Du Chantraine é uma dessas bruxas e antes de ser levada pela igreja ela pede para o seu amado Gerard que a mate, ela prefere morrer nos braços dele do que queimada viva. 

Gerard é um vampiro. Ele se recusa a fazer isso, mas ela lhe implora e ele lhe atende o último pedido. Jeanne diz para ele guardar seu diário, pois um dia sua alma iria retornar e ela precisaria dele para se lembrar de quem ela fora.

Enquanto morria nos braços de seu amado ela jogou um feitiço nele, um feitiço que o fez ser capaz de andar sob a luz do sol. Logo depois, a igreja entra e leva Jeanne quase sem vida para queimar na fogueira junto com sua mãe e irmãs.

E é aí que nossa história começa...

Julianne Ipswich vive em um internato chamado Le Rosey. Ela mal se lembra de sua família e sente muita falta deles, além de que gostaria mais que tudo saber o motivo de a mandarem para lá.

Em determinado dia seu pai aparece para buscá-la. Completamente surpresa Julianne vai se despedir de todos com quem conviveu, e entre essas pessoas estavam Jansen e Ellina. No entanto, a despedida é completamente diferente do que imaginara, ali eles confessam ser vampiros.

Julianne obviamente acha que eles estão zoando com a sua cara, até eles provarem ser reais. Ela obviamente fica assustada no começo, mas depois o medo some e não resta nada mais do que o amor que sentia por eles. Eles a avisam para ter cuidado e é assim que ela vai para casa, cheia de dúvidas sobre esse novo mundo místico.

Ao chegar lá Julianne estranha que sua família continua a mesma de sempre, até que acidentalmente ela descobre que todos eles são vampiros e que mandaram ela para o internato afim de protegê-la. Isso não é spoiler pois Julianne é esperta e descobre rapidinho, além de já ficar subentendido desde o momento que ela pisa naquela casa.

O começo do livro é muito bom, mas isso despenca quando Julianne entra no colégio e conhece Christopher, o garoto popular e galinha da escola.

Ela recebe vários avisos do seu amigo Dean e do Einar, este último é um vampiro que foi designado a protegê-la. No entanto, Julianne está cega e resolve apostar em Christopher.

Ela começa a mudar seu jeito de se comportar e eu achei um pouco ridículo. É muito estranho quando um personagem do nada se apaixona por outro e muda sua forma de agir. Graças a Deus que essa parte não é tão demorada e logo temos Gerard de volta.

Após isso o livro começa a retornar ao bom ritmo que havia no começo. O livro se encerra de maneira espetacular fazendo com que eu queira devorar o próximo. Deixe-me Entrar acabou seguindo as minhas expectativas, e pulando as fases chatas de amor de adolescente foi tudo muito bom!

Há outros personagens maravilhosos como Einar, Dean e Dush. Gerard é divo, mas meu coração pertence ao Einar. Meu deus, ele é muito Sexy! 

Gerard é muito engraçado e eu morri de rir com alguns diálogos seus de quando estava revoltado ou indignado. Separei dois quotes para vocês:

- Ora, como ousa dirigir a palavra a mim? Acabou de me atropelar e ainda pergunta se estou bem?
Página 170.

- Vocês humanos andam cada vez mais malucos! Será que o Tenebris foi abolido e eu não fiquei sabendo? Vocês parecem já nos sentir a quilômetros de distância!
Página 171.

Para vocês que não sabem o Tenebris é um tratado onde eles não podem se revelar para os humanos e nem deixar que eles descubram que há vampiros.


Todos os personagens são muito bem trabalhos, e até o convívio com a gigantesca família vampírica dela é divertido. De fato, Letícia Godoy fez um trabalho muito bom com a história, e recomendo para quem gosta de vampiros assim como eu.

A diagramação do livro é belíssima e não encontrei um erro sequer. A capa do livro conversa muito bem com o que nos é apresentado, que é o descobrimento de si mesmo.

Abaixo está a capa do segundo livro como prometido.




Gostaram?
Está rolando sorteio do livro!
Clique no banner abaixo e leia as regras.


Avaliação:
        

Até o próximo post!


Clique na imagem.

Compartilhe este post:

Comentários
2 Comentários

2 comentários :

  1. Oi, querida! Muito obrigada!!! Adorei os livros ressaltados na resenha.

    ResponderExcluir

Não esqueça de deixar o seu comentário! Pode não parecer, mas um blogueiro vive de comentários e sugestões, faça a sua parte e deixe esta blogueira feliz!

Dicas:
- Deixe o link do seu blog/site, eu sempre dou uma olhada!

Regrinhas básicas:
- Por favor não usem palavras de baixo calão.
- Comentários desrespeitosos serão excluídos.

 
Copyright © Cantinho Geek. Designed by OddThemes