[Resenha] A Filha do Norte - Luisa Soresini

sábado, maio 28, 2016 2 Comentários A+ a-

Título: A Filha do Norte
Autora: Luisa Soresini
Editora: Talentos da Literatura Brasileira
Páginas: 494
Livro Nacional | Cedido em parceria com a autora
Compre aqui por R$ 9,90 (até o momento estava este preço)
Sinopse: Tudo começa quando Michelle e Meredith saem para ver as flores. Uma tempestade faz com que Michelle se perca. Desnorteada, sai em busca de ajuda e avista uma mansão enorme e antiga. Pensando não haver ninguém na casa, a menina entra no local para se abrigar e é surpreendida ao ser recebida por uma governanta tão sinistra quanto a casa. Seu instinto lhe diz que há algo de errado, mas essa sensação passa quando ela se depara com um ambiente completamente diferente daquela fachada macabra que vira. O interior da mansão é maravilhoso, bonito e sofisticado, assim como os seus donos: os irmãos Vergamini. O que Michelle não imagina é que às vezes é necessário ouvir nossos instintos. Ela está em perigo e talvez nem suas amigas, Elza e Meredith, as bruxas do Leste e do Sul, consigam salvá-la.

-------------

Olá geeks, tudo bem com vocês?

Hoje é o último dia do mês de divulgação do livro A Filha do Norte da autora Luisa Soresini e nada melhor do que fechar com chave de ouro, não é mesmo? Desta forma hoje é a resenha deste maravilhoso livro!

Perdeu as outras postagem destes mês de divulgação? Não se preocupe você pode conferir abaixo:


Venha conferir a resenha:

Como eu havia dito anteriormente no post de Primeiras Impressões o livro é como se fosse um anime do gênero Harem Invertido. Não sabe o que é dentro do mundo dos animes? Calma que eu vou explicar:

"Um Harém é quando temos várias personagens femininas que gostam ou estão interessadas no mesmo personagem masculino. Um hárem invertido seria o inverso disto, vários homens que estão interessados na mesma garota."

Entendeu? Agora irei continuar.

Elza e Meredith, bruxas do Leste e do Sul estavam a observar a cidade de Mafaldi quando viram uma garota pedindo um lugar para passar a noite, porém estava sem dinheiro, desta forma era sempre rejeitada. As duas bruxas com pena da garota resolvem hospedá-la em sua casa, assim Elza se transforma em uma velhinha e Meredith em uma criança.

As duas a convidam para passar a noite lá e a agora aceita. A mesma se chama Michelle, mas ela nunca diz sobre o seu passado e sempre que se lembra fica com um olhar morto e todos tentam mudar de assunto para que ela volte a ser a garotinha animada que sempre fora.

Elza e Meredith fala para que Michelle more por lá e a mesma acaba aceitando devido à insistência das duas. Certo dia Meredith chama Michelle para sair e ver as flores de Luna, flores que florescem somente a noite. No entanto, há uma tempestade e Michelle acaba se perdendo e no caminho encontra uma linda mansão que parece estar abandonada.

Ao bater na porta ela se vê surpresa ao ser atendida por uma empregada, mas fica com um pé atrás pois esta não parece ter emoção nenhuma, parecia estar morta. Ela pergunta como voltar, mas a emprega insiste que fique pois os seus mestres querem conhecê-la e assim Michelle decidi ficar.


A mansão em que ela está é dos Vergamini, homens que foram amaldiçoadas há muito tempo atrás, mas que continuavam a viver ali como monstros. Lembra que falei que era parecido com um Harém invertido?

Pois bem, os irmão são: Carl, Ethan, Christofer, Luka, Frank, Wolf e Danton. Em um primeiro momento eles se mostram como galanteadores e elegantes homens, mas depois que mostram suas verdadeiras aparências, eles mostram também a sua verdadeira personalidade cruel e querem a todo custo devorar Michelle (nas duas intenções mesmo hehehe).

Para a surpresa deles Michelle não é como nenhuma outra garota que conheceram, ela é forte e não os teme, pois já presenciara algo muito pior em sua infância, e é essa coragem que a acaba salvando-a inúmeras vezes.

Cada irmão possui um poder e personalidades diferentes: Carl é um gato; Christofer um fantasma; Frank, bom este é como o doutor Frankenstein, só que uma de suas mãos é uma moto serra; Wolf como o nome já diz é um lobo; Luka é um bruxo; Ethan uma múmia; e Danton um vampiro.

Falei desta forma, mas não é como se fosse literalmente aquilo, eles tem aparências. Wolf por exemplo tem orelhas e cauda e Ethan é todo enfaixado heheh. Vocês podem entender melhor como eles são neste post aqui.


E o que tem haver Harém invertido? Simples: com sua personalidade fofa e forte Michelle acaba conquistando todos, o que já é bem óbvio desde o começo, sendo assim, não é spoiler. Porém, ela conquista cada um de um jeito, e isso é ao decorrer do livro, então, não pense que todos serão conquistados e bonzinhos com ela já no primeiro capítulo.

Aliás, o livro não possui capítulos. O texto é corrido e a única coisa que separa uma parte de outra são alguns caracteres diferentes. No começo eu estranhei e me senti um pouco incomodada já que gosto de parar a leitura quando chego ao final de um capítulo, mas logo me acostumei e adorei a nova experiência. Apesar de que se o livro fosse separado por capítulos não iria perder em nada também.

Assim que é a divisória do livro

O livro é muito bom, mas teve umas partes que achei bem chatinhas. O fato de Michelle sempre cair e se machucar, meu deus! Como ela ainda não morreu? Ou o fato de ela sempre falar coisas bonitinhas e fofinhas para alegrar os outros, sei que ela é adorável e tal, mas isso me irrita, não sei o porque. Talvez porque eu goste das coisas meio trevosas e ela é muito "anjinho" para o meu gosto hehe.

Outra coisa que me incomodou foi a mudança de personalidade dos Vergamini quando se tornavam bonzinhos. Eu gostava deles maus, era como se eles fosse mais originais. Porém, há três Vergamini's que eu irei amar até os confins da terra: Frank, Wolf e Luka! Meu deus! ❤ Eles são perfeitos! 

O livro é meio parado e só no final que há um gancho para a continuação. E o nome "A Filha do Norte" só é citado lá pelas 300 e tantas páginas. Ainda não sei o que quer dizer, mas vamos ver se o segundo livro irá explicar isso. Quando eu digo meio parado, é que se foca apenas no que está acontecendo dentro da mansão: Michelle e os Vergamini's. 

Teve um trecho que eu me identifiquei muito. 

- Até a planta? - Christofer bufou fatigado.
Página 434.

Como todo mundo amava a Michelle e competiam entre si estava um pouco chato, afinal, eu queria momentos íntimos ali, beijos e amassos. Porém, isso não é algo que você encontrará aqui, espero que o próximo livro tenha (viu dona Luisa?). E Sim, até a planta gostava da Michelle. Hehehehe. Eu ri muito com este trecho. 


Há uma outra personagem feminina, a Mina. Lembra da empregada sem vida que falei no começo? Ela mesma! Ela é uma criatura revivida pelo Frank (não falei que ele era o doutor Frankenstein?). E bom, eu gosto dela mais do que da Michelle. Por que? Como eu disse anteriormente a Michelle é boazinha demais e isso me incomoda, assim eu prefiro a Mina que carrega uma foice e está pronta para matar qualquer um que ameaçar a Mih (huahuahua - risada do mal).

As bruxas Elza e Meredith nem aparecem tanto, e são personagens praticamente inúteis, não sei se isso irá mudar no segundo livro. 

Apesar de tudo eu gostei muito do livro, há VÁRIAS cenas muito engraçadas, onde eu me peguei dando gargalhadas, sério, é muito bom! Há as partes chatinhas com lições de moral, mas as partes divertidas fazem com que as partes chatas não sejam tão chatas assim. E assim você acaba gostando do livro como um todo.

A capa do livro é ótima, a revisão está impecável e eu também gostei da diagramação. Estarei esperando ansiosamente para ler o próximo livro.


Avaliação:

             

Até o próximo post!

Tenho 21 anos, sagitariana e apaixonada por livros. Atualmente estou cursando Design Gráfico na UFG. Meus Hobbies são escrever, ler, ver Doramas, animes, filmes e séries. Gosto muito de filmes e séries de terror, mas em questão de livros e mangás eu prefiro os de romances. Em 2016 publiquei meu conto "Lilith - A Princesa das Trevas" na antologia Demontale e fechei contrato com a Young Editorial para publicar o meu livro "Porcelana: Rubrum Luna"

O animal que me representa é o lobo.




2 comentários

Escreva um comentários
Camila Martins
EQUIPE GEEK
29 maio, 2016 Deletar

Olá, eu já tinha ouvido falar do livro acompanho a página da autora e gostei bastante da sua resenha, ainda não li nenhum enredo parecido com a história do livro. Mas me interessei bastante ;)

www.mundofantasticodoslivros.blogspot.com

Responder
avatar
Géssica Marques
EQUIPE GEEK
29 maio, 2016 Deletar

Oie.
O livro é bom e eu adorei a forma que a autora abordou a história, é como se eu estivesse vendo um anime.

Beijinhos.

Responder
avatar

Não esqueça de deixar o seu comentário! Pode não parecer, mas um blogueiro vive de comentários e sugestões, faça a sua parte e deixe esta blogueira feliz!

Dicas:
- Deixe o link do seu blog/site, eu sempre dou uma olhada!

Regrinhas básicas:
- Por favor não usem palavras de baixo calão.
- Comentários desrespeitosos serão excluídos.