[Resenha] O Lago Negro - Juliana Daglio

quarta-feira, março 16, 2016 8 Comentários A+ a-

Título: O Lago Negro
Autor: Juliana Daglio
Gênero: Romance/Ficção
Ano: 2015
Idioma: Português
Páginas: 358
Editora: Arwen


Sinopse: Verônica é uma garota problemática marcada por um passado traumático do qual mal se lembra, mas que lhe tirou o direito à total sanidade. Ao se mudar para o interior, depois de passar no vestibular, ela se depara com o local perfeito para se inspirar e, finalmente, transformar seus personagens imaginários em um livro. Lagoana é uma cidade nebulosa, úmida, habitada por almas quietas e pouco amigáveis. Porém, o clima obscuro não despertará somente a criatividade, mas também acordará seus fantasmas mais profundos.Prestes a perder o controle sobre sua trama e sua mente, Verônica conhece um estrangeiro de sorriso cafajeste e olhos azuis e, desconfiada de suas intenções, ela guarda segredo quanto ao seu livro, mas não sabe que Liam também tem os seus. Verônica nem desconfia, mas eles podem ser a chave para os mistérios que a rondaram durante toda sua vida. Assim, o lago negro de sua imaginação será, definitivamente, o estopim para toda sua loucura emergir. O que será que ele esconde no fundo de suas águas escuras?

-------

Olá geeks, tudo bem com vocês?

Hoje trago-lhes a resenha deste maravilhoso livro que é O Lago Negro da autora Juliana Daglio. Eu estava de olho nesse livro já tinha um tempo e quando a autora colocou ele em promoção não hesitei e acabei comprando, o mesmo veio autografado e com dois lindos marcadores.

Infelizmente eu tive de levar meu celular para a autorizada assim o post não vai ter aquele tanto de fotos que adoro colocar. Assim irei colocar algumas imagens que peguei da própria página do livro. Venha saber minha opinião desta história.

No prólogo do livro nós nos encontramos dentro da mente de um rapaz, ou melhor em seus sonhos. Há uma garota com ele e seus olhos tem a cor de púrpura. Ele a chama de V, mas ela sempre pede para que ele não a chame assim e sim pelo nome dela.

Ela o leva para um local sem tocá-lo ou o mesmo poderia acordar. Eles estão de frente para O Lago Negro. V pede para que ele a procure, mas ele tem medo de que ela não exista, que tenha morrido ou que seja apenas uma parte de sua imaginação.

Já no primeiro capítulo somos levados ao que está acontecendo com Verônica Cattani, ela se vê a beira da morte, não, ela está temendo morrer. Ao seu lado há um bebê onde ela busca proteger. A sua angústia é incrivelmente narrada e no próximo capítulo damos início àquela história toda para vermos o que aconteceu antes de acontecer aquilo com Verônica.

A mesma se muda para a cidade Lagoana em São Paulo para cursar jornalismo na Universidade Federal Interiorana. Ela está com o seu namorado Enzo e o que encontra naquela cidadezinha são pessoas que não quer contato com forasteiros pois pretendem manter as tradições da cidade. 

Obviamente a Universidade é um pouco afastada da cidade e lá é como se fosse um outro lugar, além de que a cidade de Lagoana quase nunca tem sol é sempre aquele nevoeiro.


Desde o começo eu já não gostei do namorado da Verônica, Enzo, pelo qual ela sentia um ciúme que chegava a ser doentio. Na verdade a mesma é um pouco psicótica devido ao seu passado e já até tentara se matar algumas vezes, mas agora ela tenta seguir em frente e escrever o seu livro O Lago Negro. Irônico, não? 

Aqui você irá encontrar um livro dentro de um livro, pois em alguns capítulos nós podemos desfrutar O Lago Negro escrito por Verônica Cattani do qual é imprescindível para o entendimento da história. Logo o relacionamento de Verônica com Enzo cai na rotina e na minha opinião é muito tedioso o namoro deles, eles vivem na mesma casa e já namoram há algum tempo, porém tudo muda quando eles conhecem a sua vizinha Angelina.

Verônica logo percebe que sua vizinha está com os olhos cravados em seu namorado e pede para ela ficar longe, porém ela começa uma guerra já que agora Angelina quer provar que é melhor. Aos poucos eu podia ver o relacionamento deles ruir, tanto com as atitudes de Verônica quanto as de Enzo.


A única amiga de Verônica é a Carol, no início achei que ela fosse uma patricinha, mas apesar de se vestir espalhafatosamente ela é divertida e muito animada conquistando assim a amizade de nossa protagonista.

Nesse meio tempo Verônica vê uma casa afastada em cima de uma colina e vai para lá, porém o que conta lá a assombra profundamente... Lá estava o lago negro de sua história... Um homem que morava por lá vê a intrusa de suas terras e resolve falar com ela.

Verônica logo descobre que se trata de um casal, Vicente e Katarina Caprini. Os dois possuem um bebê chamado Lizandra, porém a mesma tem uma peculiaridade: ela não chora. Vendo que Verônica não é da cidade eles pedem que ela seja a babá de sua filha, já que eles tem que trabalhar e acaba sendo cansativo para a filha ficar levando-a com eles e assim Verônica aceita.

Toda aquela "paz" muda quando alguém começa a ameaçar Carol pelo telefone. Um novo rapaz aparece na cidade, ele se chama Lian e é todo charmoso, porém está pesquisando sobre os Caprini a família para quem Verônica trabalha.

Houveram algumas mortes naquela cidade há muito tempo e Verônica se vê intrigada à investigar o que houve e assim toda a história começa a se desencadear.

Não posso contar mais que isso ou a história perderia totalmente o seu ar de suspense e mistério. Eu devorei o livro, li capítulo atrás de capítulo e só parei quando acabei.

O Lago Negro é uma série composta por quatro livros e mal posso ver a hora de continuar a leitura. A capa do livro é magnífica e a diagramação está belíssima!

Apesar de a revisão estar ótima eu acabei encontrando alguns errinhos bobos de ortografia, mas eles não atrapalham em nada o entendimento da história.

Boa parte do livro é narrado pela Verônica, mas a segunda parte já é narrada por Lian, adorei essa alternância pois dá um compreendimento maior para a história.

Me apaixonei completamente pelo livro e com certeza vai para os meus favoritos. Parabéns a autora, Juliana Daglio, que escreveu essa belíssima história, apesar de Verônica ser um pouco psicótica ela não é mórbida e sem vontade, pelo contrário, ela faz as coisas que quer como se para viver uma vida sem arrependimentos. Seu mente louca nos dá divertimento e acabamos nos apegando à essa personagem assim como nos apegamos a todos os outros pois cada um tem sua peculiaridade. Os personagens são tão vívidos que é como se realmente fossem pessoas reais. Amei cada segundo que li este livro e quero mais!

E você? Já leu O Lago Negro? Dê-me sua opinião!


Avaliação:


Até o próximo post!

Tenho 21 anos, sagitariana e apaixonada por livros. Atualmente estou cursando Design Gráfico na UFG. Meus Hobbies são escrever, ler, ver Doramas, animes, filmes e séries. Gosto muito de filmes e séries de terror, mas em questão de livros e mangás eu prefiro os de romances. Em 2016 publiquei meu conto "Lilith - A Princesa das Trevas" na antologia Demontale e fechei contrato com a Young Editorial para publicar o meu livro "Porcelana: Rubrum Luna"

O animal que me representa é o lobo.




8 comentários

Escreva um comentários
Nutellinha Games
BLOGUEIRA
16 março, 2016 Deletar

Adorei! Talvez eu compre este livro para ler :3 Estou louca por esse livro agora *-* Obrigada por falar deste livro no blog, agora vou procurar uma loja boa e comprar-lo <3

Responder
avatar
Géssica Marques
BLOGUEIRA
16 março, 2016 Deletar

Oieee!
Os links onde você pode comprá-los estão logo no início da postagem.
Esse livro é ótimo não tinha nem como eu não falar sobre ele hehehehe.

Beijinhos.

Responder
avatar
Nutellinha Games
BLOGUEIRA
16 março, 2016 Deletar

Ah, obrigada! Nem reparei porque estava lendo a sinopse :D Mas obrigada <3

Responder
avatar
Menina Libélula
BLOGUEIRA
16 março, 2016 Deletar

Que resenha mais lindaaaa!!
São textos como esse que me fazem ter forças para continuar. Obrigada por ter sido tão carinhosa e por ter dedicado seu tempo ao meu filho hahaha.

Linda! Biejuuus!

Responder
avatar
Géssica Marques
BLOGUEIRA
16 março, 2016 Deletar

Oieee!
Fico feliz por ter gostado!
O Lago Negro é incrível e viciante, não tem como não se apaixonar por esse livro.

Beijinhos!

Responder
avatar
Michelle Lawand
BLOGUEIRA
17 março, 2016 Deletar

Adorei a resenha e o livro parece ótimo , pena ( ou felicidade) que eu estou com milhares de livros para ler ainda haha

http://mklawand.wix.com/escritoporumagarota

Responder
avatar
Géssica Marques
BLOGUEIRA
17 março, 2016 Deletar

Eu também estou com um monte, mas não resisti em ler esse hehehehe
Beijinhos.

Responder
avatar

Não esqueça de deixar o seu comentário! Pode não parecer, mas um blogueiro vive de comentários e sugestões, faça a sua parte e deixe esta blogueira feliz!

Dicas:
- Deixe o link do seu blog/site, eu sempre dou uma olhada!

Regrinhas básicas:
- Por favor não usem palavras de baixo calão.
- Comentários desrespeitosos serão excluídos.