[Resenha] A Princesa com Olhos de Gato

sexta-feira, fevereiro 19, 2016 0 Comentários A+ a-

Título: A Princesa com Olhos de Gato
Autora: Gislene Vieira de Lima
Editora: Modo
Selo Lumus
Edição: 2
Sinopse: Tudo o que Loiane desejava era encontrar uma forma de ser aceita pelo pai. Sabia que por causa de seus olhos amaldiçoados não encontrava pretendentes, justo quando o avanço da Igreja exigia herdeiros prósperos e fortes para manter a casa dos D’Nort no trono de Rúbia.  Conflitos e intrigas políticas e religiosas misturam-se à magia e grandes revelações num cenário de incertezas, ânsia pelo poder e desespero.


Olá geeks, tudo bem com vocês? 

Acabei de terminar de ler este livro e posso dizer que estou passando pelos cinco estágios da dor da morte que são: negação, raiva/revolta, barganha, depressão e aceitação.

Por que isso? Calma que eu vou explicar!



No começo somos apresentados à Abner, neto do grande feiticeiro Aluanã, ele busca ser aprendiz do mesmo, porém, o velho mago nunca aceitou aprendizes, seria ele capaz de ser aceito só pelo fato de ser neto dele?

Acontece que Aluanã vive no Castelo Negro onde o rei Henrique perdeu sua esposa Rosana para uma bruxa que desapareceu com o seu filho e amaldiçoou a sua filha e assim a mesma tem olhos idênticos aos de um gato. Não apenas isso, ela consegue enxergar no escuro e escutar coisas bem melhor do que qualquer outro ser humano. O rei se casou novamente com a rainha Iara, porém ela é estéril e não pode dar herdeiros ao reino.

O Castelo Negro é um dos poucos que ainda não são submissos a Igreja, pois o rei Henrique é muito amigo do mago Aluanã. 

Abner então tem uma conversa com o mago e o mesmo lhe diz para que lhe dê um tempo para pensar e assim o jovem resolve passear pelo castelo. Quando estava descansando ele vê uma bela jovem passar por ele e se aproximar muito do precipício, preocupado ele vai de encontro com a jovem e consta que esta é a princesa Loiane.

Ela havia ouvido uma conversa de seu pai, onde ele preferia que ela estivesse morta só para ter seu filho mais velho de volta.


Porém, em um dos acessos de raiva da princesa ela taca sua escova no espelho na intenção de quebrá-lo porém isso não acontece. Curiosa ela começa a testar o espelho e vê uma imagem surgir no mesmo, logo sendo reconhecido como o seu irmão Ricardo. Ao olhar atentamente nos adornos do espelho ela vê umas escritas, mas não tem o conhecimento das letras, não sabendo ler nem escrever.

Assim, ela pede para que Abner ajude-a à descobrir do que se trata, descobrindo então que se referia ao Tomogaia. O mesmo é um livro que contém todas as respostas do mundo e assim, ela vê a chance de libertar seu irmão e ser reconhecida e respeitada pelo pai.

A princípio ela tenta fugir sozinha, mas Abner acaba se encontrando com ela e com medo de ter sua cabeça perdida ele parte atrás da princesa em sua jornada em busca do Tomogaia.


Daí para frente é só desastre. Abner, junto de seu cavalo e seu amigo canino partem junto de Loiane. Porém certas forças sobrenaturais não querem que eles cheguem vivos à torre onde se encontra o livro, mas há um ser que quer que eles sejam bem sucedidos, este porém, não faz muitas intervenções.

Fiquei me perguntando o tempo inteiro como eles conseguiram sobreviver à tudo, eu provavelmente já teria desistido no segundo desastre. 

Quando eles chegam à torre eu fiquei pensando que daria um bom filme de suspense. O irreal se mistura com o real e você não consegue mais distinguir as coisas.

E onde entra meus cinco estágios da dor da morte (da dor do final do livro)? Simples, eu não gostei do final do livro. Eu simplesmente não consigo aceitar que tudo acabou daquele jeito, eu preciso saber de mais!

A história do livro em si é muito boa, mas, eu não gostei do final. Bom depende do gosto de cada um, pois a autora Hidaru amou e eu não. Não é o tipo de final que espero de uma história, ainda mais desta!  

Neste exato momento estou com uma luta interna dentro de mim entre amar este livro ou odiá-lo, a história é linda e emocionante, mas o final do livro me destruiu, não por ser ruim ou mal feito, mas simplesmente porque eu não consigo aceitar os fatos, não queria que acabasse daquela maneira. Me entendem?

O livro é muito bom, te prende do início ao fim e com certeza irá te fazer emocionar. Quando comecei a ler eu esperava algo completamente diferente do que vi aqui, esperei ser uma história boba com uma princesa mimada, mas o que vi foi personagens muito bem construídos e magia!

Pensei muito em dar 3 corações, mas como foi um livro que despertou tantos sentimentos em mim ele merece a nota 4. Não vou por cinco porque não gostei do final e não vou aceitá-lo. Tanto que já mandei mil perguntas para a autora para poder aquietar meu coração. Só com as resposta que poderei aceitar este final.

Você já leu A Princesa com Olhos de Gato? Gostou do final? Vai ler? Conte para mim!

Até o próximo post!

Avaliação:




Tenho 21 anos, sagitariana e apaixonada por livros. Atualmente estou cursando Design Gráfico na UFG. Meus Hobbies são escrever, ler, ver Doramas, animes, filmes e séries. Gosto muito de filmes e séries de terror, mas em questão de livros e mangás eu prefiro os de romances. Em 2016 publiquei meu conto "Lilith - A Princesa das Trevas" na antologia Demontale e fechei contrato com a Young Editorial para publicar o meu livro "Porcelana: Rubrum Luna"

O animal que me representa é o lobo.




Não esqueça de deixar o seu comentário! Pode não parecer, mas um blogueiro vive de comentários e sugestões, faça a sua parte e deixe esta blogueira feliz!

Dicas:
- Deixe o link do seu blog/site, eu sempre dou uma olhada!

Regrinhas básicas:
- Por favor não usem palavras de baixo calão.
- Comentários desrespeitosos serão excluídos.