O Poder Visor - Naiane Aline


Autora: Naiane Aline R.C.

Editora Vento Leste
Número de páginas: 320 
Preço: R$ 30,00 (com frete)
Envie um email para nai0write@gmail.com e adquira o seu livro.
Sinopse: Reis e reinos agora desaparecem em grande velocidade, com ataques constantes de cachorros metálicos gigantes e soldados bem armados. Estragos em famílias são causados, mães e filhos são separados, pais mortos, e, se alguém tiver sorte, sairá dessa sem morrer. A morte pode ser seu destino. é isso que *ele* quer que aconteça, tomando o poder total de todo Mundo sem Fim, que agora entra em caos. Mas o mundo ainda mantém uma tênue esperança quase despercebida, estando ela nas mãos de uma criança de pai misterioso, de um ex-príncipe que teve seu pai assassinado num dos ataques, e do filho *dele*. Talvez isso já seja suficiente. Ou talvez não.


Hoje venho lhes trazer a resenha do livro O Poder Visor do qual o recebi por um Booktour que estou participando com a Evans Assessoria. 

Eu acabei de ler o livro, e bom, hoje terei que formular o conteúdo da resenha um tanto diferente. Irei falar por tópicos: Enredo, Narração, Diagramação, e enfim, minha conclusão sobre o livro. Por que isso? Por eu preciso abordar especificamente cada um desses itens citados para que vocês possam compreender um pouco mais sobre o livro. Então, vamos lá!


Primeiramente, vou falar do enredo, como é a história (sem spoilers) e os personagens. Logo no início do livro somos apresentados a pequena Carina, uma jovem loira e de belos olhos azuis, e também ao seu pai, o rei do Reino Além-Bosque, sim, esse é o nome do reino, primeiramente, eu pensei que era Reino Além do Bosque, mas não, é Além-Bosque mesmo. 

Carina é uma princesa e vive sendo maltratada por seu pai, o rei. Ele não gosta dela, apesar de ser um bom rei, é um péssimo pai. E em um dos seus ataques de fúria ele acaba machucando Carina, e assim ela conhece Billy, o Garoto da Cozinha. Ele a leva para o quarto dela, e a trata.

A amizade deles começa a florescer, é algo bem fofo. Logo somos apresentados que o rei, na verdade não é o verdadeiro pai de Carina, é um pai adotivo, o verdadeiro pai dela é o Poder da Fênix. Em uma tentativa de salvar o bebê morto da rainha, o Poder da Fênix, com o consentimento da rainha, troca o bebê morto por um filho seu, e esse filho é a Carina, e obviamente o rei não gostou da ideia, aquela não era a sua verdadeira filha. Preferiria que seu filho tivesse nascido morto. A mãe de Carina faleceu depois do nascimento do bebê, pois estava doente. Novamente, não é spoiler, você irá ver isso no início do livro.

O livro possui duas partes. A parte um mostra Carina e Billy com apenas oito anos e somos introduzidos ao mundo deles: o Mundo Sem Fim. Onde existem várias criaturas, exemplo, há vampiros. E na segunda parte temos os dois com 15 anos, e onde suas aventuras começam.

Carina e Billy se tornam grandes amigos, achei-os muito fofos. Mas apesar disto estou um tanto quanto desapontada com a história. Carina na primeira parte é a personagem principal, ela e Billy, mas na segunda parte eu senti como se ela fosse apenas uma personagem secundária. Sem falar muito, e cadê a garota animada e forte que vi na primeira parte? Parecia até outra pessoa.

E é na segunda parte, onde eles tem de achar um jeito de salvar o mundo do Reino do Noroeste, o reino das feras da noite. Aqui nesta segunda parte é acrescentado um outo personagem: Kevin. Ele é muito mal introduzido e achei estranho. O odiei no início, mas depois fui me apegando ao personagem, e sinceramente, eu senti que Kevin e Billy estavam sendo muito mais trabalhados como personagens do que Carina. Ela parecia apenas uma personagem que estava ali por estar. Foi isso o que senti.


Agora vamos a Narração.
O que posso dizer aqui pode até parecer desanimador, mas é a minha opinião. Gente, eu quase abandonei o livro por causa da narração. Aqui não é primeira pessoa, ou aquela terceira pessoa que estamos acostumados.

É uma narração em terceira pessoa, mas onde o narrador sabe de tudo e todos, e interage com o leitor, dá suas opiniões e afins. E por que eu não gostei disso? Calma que vou explicar. Esse narrador aqui tem nome. Ele, ou melhor, ela é a História. Isso mesmo, ela observa os humanos vendo suas histórias. Ela é a história.

Na primeira parte do livro eu li por obrigação mesmo. E senhor... que enrolação! Sério, muita enrolação. Parágrafos e parágrafos de coisas fúteis que poderiam simplesmente ser cortadas. Enquanto a História se focava nos personagens estava bom, mas quando ela começava a contar outras coisas, a opinião dela, eu tinha vontade de parar a leitura. Me forcei a ler e muito!

O livro, para mim, só foi ficar interessante, na segunda parte, quando começa a ação. Porque até então só havia enrolação. Estava muito maçante e forçado à meu ver, mas graças a deus que isso não durou muito, bom, só até a página 107.


Já falei do enredo, a narração, e agora a Diagramação...

E sinceramente, é o ponto mais decepcionante. O livro está cheio de erros. Erros grotescos! Não falo tanto dos erros de ortografia, tem alguns, mas são poucos, mas os erros na diagramação mesmo! Texto faltando! Vocês acreditam nisso? Quando eu finalmente me vi interessada em algo no livro, que foi logo no início da segunda parte, o texto ta cortado. PULARAM UMA PARTE!

Eu fiquei possessa! Como podem fazer isso? E não ocorreu só uma vez, mas várias! E encontrei vários trechos faltando e adivinha só? As páginas 112 e 113 estão repetidas, duas vezes. Sim, estou lá lendo a página 112, e depois passo para a 113, e o normal é que depois dela seja a 114, correto? Sim! Mas não era como estava aqui. Depois da 113, estava a página 112 e 113 de novo, ai eu pensei: ah deve ser só aqui, vou passar a página, e do outro lado estava a 112 de novo e do outro a 115. Ai eu fiquei: espera... CADÊ A 114?

Estava faltando uma página inteira! Um absurdo e um total desrespeito com os leitores e até mesmo com a autora por fazerem uma diagramação tão porca assim. 

Outra coisa, as páginas são brancas, mas este não é o problema tão grande assim comparado a impressão. As letras estão mal impressas, e as vezes posso ver o texto que está do outro lado da folha do tanto que ficou ruim!


Bom, acho que agora chegou a vez da minha conclusão, não é mesmo?

Sobre os personagens, eu amei o Billy, sempre fofo e atencioso. Na primeira parte eu também gostei da Carina, mas na segunda, como eu disse ela parecia estar ali só por estar, não fez praticamente nada de útil, nada de tão relevante assim. Uma coisa ali e outra lá, mas em comparação Billy e Kevin, este último que só apareceu na segunda parte, foram muito mais importante e úteis do que Carina.

A narração me incomodou muito. Pensei várias vezes em largar, mas eu falava para mim mesma, não você tem de continuar! E foi assim que terminei o livro. Mas até que a segunda parte me prendeu um pouco. Não foi tanto assim, mas já estava bem melhor do que na primeira parte. Ao menos me deu vontade de pegar o livro e ler.

Como vocês leram a diagramação está muito mal feita, não sei como a Editora Vento Leste teve coragem de fazer isso, e se eu fosse a autora pedia uma segunda edição, porque esta primeira foi feita sem nenhum cuidado. Vários erros e trechos faltando.

Outra coisa que me incomodou e eu ainda não falei foi o final. Eu senti que estava faltando algo ali. Ela explicou as coisas da Carina, mas esqueceu de explicar "como" ela fez pra salvar o mundo. Tá que eu entendi que foi os seus poderes, isso é óbvio porque ela explicou isso, mas ela não narrou e explicou o que fez. Eu sei o que ela fez porque anteriormente eles falaram o que deveria ser feito, mas se não fosse por isso eu iria pensar que o vilão tinha penas sumido. Não é spoiler, afinal, não contei o que houve, nem como aconteceu, só estou dizendo um ponto que me decepcionou.

O Poder Visor merece ser lido? Acredito que sim, apesar da narração chatinha, e dos erros, acredito que uma segunda edição do livro poderia arrumar os pontos de diagramação. Tem muita coisa fútil na primeira parte, mas a segunda poderá te interessar.

E você? Já leu o Poder Visor?


Avaliação:
                                       
                         


Compartilhe este post:

Comentários
6 Comentários

6 comentários :

  1. Amei o seu blog tbm flor, ta super fofo, perfeito, continue assim...
    Vou sempre estar visitando.
    http://molho-shoyo.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi flor!
      Fico feliz por saber que gostou do blog! *o*
      Muuuito obrigada!
      Beijinhos!

      Excluir
  2. Olá, Gessica! Obrigada pela resenha <3
    Concordei com muito que você disse, e como eu escrevi o livro muito mais nova - 12/13 anos - espero ter melhorado nos pontos que você bem já mencionou, e eu mesma percebi uns anos atrás ao reler o livro publicado e analisar por mim mesma, haha

    Sobre minha narrativa muitas vezes prolixa, criticas são para que melhoremos! haha Já trabalhei nela nesses ultimos 7 anos depois que escrevi esse primeiro livro, e acho que melhorei um pouco, mas ainda há muito a trilhar. Como estou começando um novo livro agora, vou estar ainda mais atenta a esse detalhe

    E, sim, eu fiquei super chateada com a editora, e acredito que as pessoas que apoiaram minha publicação também, porque confiamos bastante no trabalho da editora, mas acabaram me entregando um trabalho que pareceu - ao menos para mim - inacabado :/ Mas tudo bem. Não pretendo fazer uma segunda edição do livro justamente pelos errinhos na construção de narrativa, não quero refazer um livro que fiz há quase 10 anos atrás, por achar sinceramente que não vale a pena! haha

    Novamente, muito obrigada pela resenha,
    Abraço

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oieee!
      Entendo, quando somos mais novos escrevemos e escrevemos e quando crescemos percebemos vários erros, mas foram aqueles erros do passado que nos ajudaram a crescer.

      Eu também melhorei muito a minha narrativa, eu olho os textos que escrevia antigamente e vejo graça kkkk'

      Imagino como deve ter se sentido com a Editora. Eles não trabalharam direito no seu livro, foi muita falta de compromisso da parte deles.

      Fico feliz por ter gostado da resenha. *o*

      Beijinhos!

      Excluir
  3. Eu tenho esse livro também, é muito legaaaaaaal! E o meu tá autografado hahahah Nai é muito fofa
    irianneveloso.blogspot.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. O meu eu recebi em um booktour, então, tive de passá-lo para a próxima pessoa que irá ler e resenhar. Sobre a autora ela é uma fofa mesmo!

      Excluir

Não esqueça de deixar o seu comentário! Pode não parecer, mas um blogueiro vive de comentários e sugestões, faça a sua parte e deixe esta blogueira feliz!

Dicas:
- Deixe o link do seu blog/site, eu sempre dou uma olhada!

Regrinhas básicas:
- Por favor não usem palavras de baixo calão.
- Comentários desrespeitosos serão excluídos.

 
Copyright © Cantinho Geek. Designed by OddThemes