A dúvida que nunca cala: Livro Físico ou Digital? + História trágica


Olá pessoal! Desculpe por não ter postado ontem, mas estive ocupada o dia todo e não sabia o que escrever, foi então que me veio a mente a seguinte questão: Livro Físico ou Digital?

Muita gente prefere o digital, outros defendem o livro físico e outros gostam dos dois.

Mas qual é o melhor?



Bem, a questão de "melhor" vai depender de cada pessoa. Eu, pessoalmente, gosto mais do livro físico pois sou do tipo colecionadora. Tanto que não tenho coragem de trocar nenhum dos meus livros no Skoob. Não sei se vocês sabem, mas dá para trocar livros no Skoob, é só colocar sua conta como Plus.

Voltando ao assunto, como eu coleciono, eu amo ver meus livros na estante onde posso ficar admirando-os, folheando-os e até cheirando-os, isso quando não abro em alguma página para ler algum trecho que gosto.

Eu tive uma experiência rápida e muito pouca com E-book para poder dizer que gosto e que teria coragem de comprar. Quando eu tinha um Smartphone, eu li um capítulo disponibilizado do livro "Cinquenta tons de Cinza".

A um primeiro momento eu achei estranho, mas depois eu fiquei "uou". Não é muito cansativo, se bem que eu li só um capítulo, mas creio que um Kindle é melhor pois ele é opaco.

Mas você deve estar se perguntando: Por que você não leu outros livros?

É aqui que começa a minha história trágica. A quatro anos atrás, eu ganhei da minha avó de presente de aniversário de 15 anos um Smartphone, era o Galaxy S, o primeira da geração S, que naquela época estava bombando e nenhum pouco barato.

Eu ganhei o celular algumas semanas depois do meu aniversário, pois é em Dezembro e eu ganhei em Janeiro. Passado uma ou duas semanas eu fui contratada pelo Pró-Cerrado, e para isso eu teria de realizar um curso de 15 dias, onde eu teria que pegar três ônibus para chegar a cede do local.

Então, no último dia que eu teria que pegar aquele ônibus maldito, que era horrivelmente cheio. Se eu não estiver enganada é o ônibus 180, onde ele passava a cada uma hora, e tinha quinhentas pessoas para pegar um só ônibus.

Na minha batalha pra entrar dentro do ônibus ao qual eu venci, eu tive de descer. Um policial tinha falado para todos descerem do ônibus, a bolsa de uma mulher havia sido roubada. Instintivamente, levei minha mão a minha bolsa, e cadê o meu celular?

Isso mesmo! Eu fui furtada! Nem ao menos vi quando o ladrão pegou o meu celular naquela muvuca. Desesperada eu fui até o policial dizer que o meu celular havia sido roubado. Ele me perguntou onde estava, e eu disse que estava na minha bolsa. E sabe o que o policial me falou: você deveria ter mais cuidado. E não fez absolutamente nada!

E eu tive de ir para o curso arrasada! Me contive para não chorar no caminho. Odeio chorar na frente das pessoas, e quando cheguei lá fui para o banheiro chorar e me acalmar.

Eu não havia ficado nenhum mês com o celular e ainda tinha 12 prestações para frente para a minha avó pagar, que no caso ela disse que não iria pagar mais pois foi roubado e os meus pais tiveram de pagar. Legal ela, não? 

Gente, é uma sensação horrível ser roubada. É algo que não consigo explicar, por exemplo, você tem algo alguns minutos antes, e agora não tem. É horrível! Não desejo isso para ninguém.

Sem falar que é um saco quando dizem "Por que você anda com o celular?". Sabe, celular é para você andar com ele, senão as pessoas só usariam telefone, não é mesmo? Parece que esse povo só quer deixar a gente com mais raiva ainda, e eu escutei muito isso.

Celular Qwerty da Samsung que eu ganhei.
Eu fiquei praticamente um ano sem celular, até que o meu namorado comprou um LG Optimus G para ele e me deu o celular velhinho dele. Um celular qwerty da Samsung.

E estou até hoje com este celular, pois meus pais nunca me deram outro e eu nunca tive dinheiro suficiente para comprar.

Pra vocês verem como está o estado dele, o celular não avisa mais que está com a bateria fraca, mostra a seguinte frase: Em qual dispositivo deseja conectar-se?

Isso quando ele não está carregando sozinho, isso mesmo, estou escutando música e ele diz para tirar o cabo do carregador pois a bateria está cheia.

Sério. É um sofrimento. E depois deste trágico acidente, eu não tive muito contato com e-book. Eu tentei ler pelo notebook, mas não é mesma coisa e não gostei.

Sendo assim, prefiro o livro físico, já que não tenho condições de comprar um Kindle ou um Kobo, ambos são aparelhos leitores de e-books.

Então, com o meu espírito de colecionadora, eu prefiro ter o livro físico.

E você? Qual prefere: Físico ou digital? Ou ambos? 
Já foi roubado também?





Compartilhe este post:

Comentários
2 Comentários

2 comentários :

  1. Oi flor tudo bem? Eu tenho os dois! Mas prefiro os físicos! Mas o E-reader tem muitos pros, no caso de livros mais grossos que não podemos caminhar pra la e pra cá com eles, e até e-books que são só disponibilizamos assim.

    Beijos,
    Joi Cardoso
    Estante Diagonal

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Joi! To joia sim, e você?
      Eu também prefiro os físicos. Sim, tem isso, mas também tem a chance de ser roubada kkkkkk

      Beijinhos!

      Excluir

Não esqueça de deixar o seu comentário! Pode não parecer, mas um blogueiro vive de comentários e sugestões, faça a sua parte e deixe esta blogueira feliz!

Dicas:
- Deixe o link do seu blog/site, eu sempre dou uma olhada!

Regrinhas básicas:
- Por favor não usem palavras de baixo calão.
- Comentários desrespeitosos serão excluídos.

 
Copyright © Cantinho Geek. Designed by OddThemes